Candidata Maria Lúcia defende profissionalismo na Prefeitura

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:00 - 21/09/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Pela primeira vez, a história das eleições à Prefeitura de Guaramirim registra uma chapa majoritária pura (PSC) com duas mulheres candidatas. A ex-vereadora e professora Maria Lucia Richard tem como vice Josiane Carla Jamoski, também professora de administração e contadora. “A escolha dela se deu pela qualificação profissional e conhecimento”, afirma Maria Lúcia, acrescentando que uma vitória nas urnas mudará o curso de governos viciados em erros de gestão, sem um planejamento profissional adequado que permita dinamizar investimentos de forma responsável. “Vamos mostrar que recursos existem, mas que precisam ser bem empregados” diz a candidata. Para ela, a formação profissional de Josiane, com mestrado na área de controladoria, será fundamental na gestão dos recursos. “É (a controladoria) o coração do governo”, exemplifica, acrescentando que seus 40 anos como professora da rede municipal de ensino permitem ver “o que é certo e o que não é”. A candidata aponta que a população cresceu e vai crescer ainda mais nos próximos anos, mas que a infraestrutura de responsabilidade do município não acompanhou. ”Há loteamentos liberados por todo lado, mas não há previsão de se construir escolas, creches, saúde pública, de melhorias do transporte público, nada!”. Se eleita, Maria Lúcia pretende implantar três medidas em curto prazo, que ela considera como indispensáveis para viabilizar o governo também em seus gastos. Uma delas é a valorização dos servidores efetivos, nomeando boa parte deles para os 72 cargos comissionados existentes. Hoje são apenas 25 nestes funções. Há outras 41 funções do gênero criadas por concurso público no governo do ex-prefeito Nilson Bylaardt (PMDB), mas nenhuma ocupada até hoje. “No meu governo, serão extintas”, garante Maria Lúcia. “Precisamos por em prática o conhecimento dos servidores efetivos, ninguém vê tudo sozinho”, observou. Para ela, é preciso que o poder público interaja mais com a população e isso ocorrerá, diz a professora, com o necessário diálogo, dentro e fora do prédio da Prefeitura. Um segundo passo será direcionado à área da saúde, a começar pela água tratada distribuída pela Águas de Guaramirim. “Não sei como a população ainda não adoeceu”, critica a candidata, em referência ao ponto de captação nos fundos da empresa e com frequência atingido pelo despejo de poluentes. “Precisamos mudar o local de captação, há outros, inclusive em morros próximos, com água muito mais pura, exigindo menos investimentos para tratá-la”, diz a candidata. Postos da rede municipal de saúde também estão incluídos no projeto. “Precisam funcionar bem estruturados em seus serviços, com atendimento humanizado. Não se pode impor à população a marcação de consultas apenas uma vez por mês. Toda semana é preciso que tenhamos vagas para as emergências”, diz. E, finalmente, entre os procedimentos imediatos listados por Maria Lúcia, um projeto de lei do Executivo para a Câmara de Vereadores beneficiando com gratificação os professores contratados temporariamente que tenham pós-graduação. “O magistério precisa de uma capacitação continuada e terá seus reajustes dentro da realidade orçamentária do município”, afirma a candidata, que se diz preocupada também em criar novas vagas em creches e com a readequação de espaços na rede municipal de ensino, hoje totalmente ocupada em todas as séries. “A escola tem influência direta nas famílias e, por extensão, na qualidade de vida da população”,conclui a candidata. PERFIL DO CANDIDATO Nome: Maria Lúcia da Silva Richard Idade: 56 anos (10/12/1959) Naturalidade: Guaramirim (SC) Formação: ensino superior completo Ocupação: pedagoga Valor de bens declarados: R$520.300,00 Coligação majoritária: PSC  
×