O frio chegou trazendo também uma série de mobilizações em benefício de famílias carentes na região. As ações contam com a solidariedade da comunidade, que pode contribuir com peças de vestuário, calçados, cobertores e alimentos.

Em Jaraguá do Sul, teve início no dia 30 de abril e segue até 30 de junho a Campanha do Agasalho do Sesc (Serviço Social do Comércio). O objetivo é auxiliar instituições sociais e comunidades de baixa renda, priorizando as entregas para entidades sociais. As doações diretas para a comunidade serão no formato da ação social "Cabide Solidário”.

De acordo com a técnica de desenvolvimento comunitário do Sesc, Juliana Arruda Velente, como o frio demorou a chegar, a campanha também levou certo tempo para engrenar. Ela explica que os itens mais necessários no momento são cobertores, travesseiros, mantas, cachecol, meias, sapato fechado, camisa e calça comprida.

“Se alguma empresa quiser fazer uma campanha com seus colaboradores, a gente vai buscar as doações no local, até em casas, se forem doações maiores”, garante Juliana.

Ações para conscientização da comunidade

Durante o período de realização da campanha também são promovidas ações socioeducativas para conscientização da comunidade sobre o ato da doação, a convivência colaborativa e a responsabilidade social. Quem não tiver roupas, poderá dopar um pouco do seu tempo.

“Junto estamos realizando a oficina Arte de Doar, o objetivo dela é ensinar as pessoas a fazer tricô ou crochê para fazer quadradinhos de lã. Cada pessoa aprende a fazer o quadradinho, ganha o material e oficineira cedida pelo Sesc”, aponta.

Os chamados “quadradinhos de amor”, será transformado em colchas de retalho. “Tem alguns grupos que estão participando. Grupos de mães e idosos. Quem não tem roupas pode doar tempo, junta amigos e vem aqui, a gente faz a oficina”, convida. As atividades seguem até o meio de julho.

Quem quiser colaborar com a campanha, pode fazer sua doação em um dos pontos de coleta, como o Sesc (rua Jorge Czerniewicz, 633 - Czerniewicz), todas as lojas da rede Breithaupt da região, a Católica de SC e empresa Adapcon (rua Walter Marquardt, 1944 - Barra do Rio Molha, próximo à Prefeitura).

Igrejas mantém campanhas ao longo do ano

As igrejas da região também realizam campanhas do agasalho e arrecadação de alimentos, distribuídos às famílias carentes. As doações podem ser feitas em qualquer época do ano. Na Paróquia São Sebastião, basta comparecer durante o horário de expediente da secretaria.

Cada igreja tem sua promoção para famílias cadastradas e normalmente atendem por bairros. Toda a terça-feira, por exemplo, a igreja São Sebastião oferece alimentação e roupas às pessoas cadastradas.

ONG realiza ação em Guaramirim

O projeto Fome de Amor, em Guaramirim, também promove atendimento a famílias em vulnerabilidade social. Conforme o coordenador Patrick Lima, a ONG sempre está aberta para arrecadação. Nessa época do ano, a demanda é por de alimentos, agasalhos e cobertas.

“Temos a questão também que no inverno a gente serve como abrigo. Nessa época aumenta bastante a procura pelo abrigo. Atualmente temos 20 pessoas”, diz.

As doações podem ser levadas diretamente na ONG, que fica na rua Natal Deretti, no bairro Nova Esperança - a via fica ao lado da panificadora Cantinho Doce. Para entrar em contato, basta falar com (47) 9995-5258.