Muitos acreditam que estão ajudando quando dão dinheiro às pessoas que estão nos semáforos ou nas ruas, mas têm maneiras mais concretas de ajudar o próximo. Esse é um dos objetivos da Campanha 'Não dê esmola', idealizada pela Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação. Placas informativas, outdoors, entrega de panfletos, propaganda nas rádios e abordagens são as ações de conscientização que estão sendo realizadas.

"Nossa intenção é conscientizar os moradores a não doar esmola. Se eles não receberem a esmola, automaticamente vão procurar nossos equipamentos. Nós temos dois serviços disponíveis para atender a população em situação de rua, como o Centro Pop e a Casa de Passagem e realizamos os encaminhamentos conforme a necessidade de cada um. Como por exemplo, se for uma questão de dependência química, encaminhamos para um Centro Terapêutico ou ser for desemprego, encaminhamos ao mercado de trabalho", explicou o secretário municipal de Assistência Social e Habitação, Bruno Ferreira.

Placas de conscientização foram espalhadas pela cidade, principalmente, na Avenida Centenário. Além disso, o órgão municipal está realizando abordagens, junto com a Defesa Civil, Polícia Militar e a Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT). "A nossa força tarefa visa orientar e realizar encaminhamentos. Até agora, foram cinco abordagens e nossa intenção é continuar com esse trabalho", acrescentou o secretário.

Centro Pop

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) fornece refeições, vestuários, sanitários, higiene pessoal, armazenamento de pertences e emissão de documentos. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e está localizado na rua Martinho Lutero, 179-325. O telefone para contato é 3443-5687.

Casa de Passagem

A Casa de Passagem funciona 24h horas por dia, em todos os dias da semana. No local, são realizados encaminhamentos, prestados auxílios para a elaboração de currículos, além de conter dormitórios, refeições e higiene pessoal. A Casa de Passagem fica na rua Giácomo Sônego Neto, 415, no bairro Pinheirinho. O contato pode ser feito por meio do 3437-0572.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp