O Ministério da Saúde anunciou a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha foi dividida em três fases e iria até 5 de junho, porém o baixo índice de vacinação dos grupos prioritários motivou a sua extensão.

Essa vacina não tem eficácia contra o novo coronavírus, mas auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde, já bastante demandados por conta da epidemia do coronavírus.

Até o momento, 74,9 milhões de doses da vacina já foram distribuídas aos estados para garantir a imunização do público-alvo da campanha. Por enquanto, não há previsão de liberação da vacina para toda a população.

Grupos que devem providenciar a vacina

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade;
  • Pessoas com deficiência;
  • Gestantes;
  • Puérperas (até 45 dias após o parto);
  • Adultos de 55 a 59 anos de idade;
  • Professores das escolas públicas e privadas;
  • Idosos (acima de 60 anos);
  • Trabalhadores da saúde;
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento;
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores portuários;
  • Profissionais de transporte coletivo;
  • Funcionários do sistema prisional.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul