Água, muita água para se hidratar, uma sombra de árvore, ventilador, ar condicionado, piscina, sorvete... Vale tudo para se refrescar nesses dias de calor intenso e de sol escaldante. De acordo com o meteorologista da Epagri/Ciram Clóvis Corrêa, na terça-feira (9), o município alcançou o pico de 37, 8 ºC. “Foi a temperatura mais alta registrada em Jaraguá do Sul este ano”, constata. O comparativo com o ano anterior não foi fornecido pelo órgão, pelo fato da estação meteorológica da cidade ter sido instalada há menos de um ano. Hoje a previsão é que as temperaturas oscilem entre 27 e 28 ºC, impulsionada pela chegada de uma massa de ar frio vinda do Uruguai, que atravessou o Rio Grande do Sul e deve subir pelo litoral. Ontem, as temperaturas variaram de 24 até 32 ºC, com queda de chuva durante a tarde. “Nos próximos dias, as temperaturas devem chegar a 30 graus centígrados no máximo, com possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas no final do dia”, observa. Entretanto, está previsto um domingo de sol com temperatura de até 34 ºC. Em compensação, há a possibilidade de tempo fechado e chuva a qualquer momento do dia na próxima segunda-feira (15). Água e sorvete No início da tarde de ontem, o eletricista autônomo Jeferson Todt, 33 anos, caminhava rapidamente em frente ao Museu Histórico Municipal Emílio da Silva enquanto bebia água mineral. “Nesses dias, só bebendo muita água. Ontem [terça-feira] estava pior ainda”, assinalou. Ele conta que quando está em casa não abre mão do ar condicionado. Nos finais de semana, aproveita piscina ou praia, sempre que possível. “Espero que refresque daqui para frente.” Sentados em frente a uma sorveteria no Calçadão, a dona de casa Neusa Macedo de Paula, 61 anos, o marido, Noel Castro de Paula, 63 anos, e a neta, Brendha Paula de Souza, de nove anos, saboreavam casquinhas de sorvete. “A gente toma mais banho, gasta mais sabonete, mais água e luz”, salienta Noel. A mulher, Neusa, reconhece que a pressão arterial subiu por causa do calor: “É bom que refresque”, espera.