O Hospital Beatriz Ramos (HBR), de Indaial, deu início a um projeto simples, mas que certamente ajudará a descontrair o ambiente hospitalar e a salvar vidas: a cãoterapia. A ação tem como base a cinoterapia, uma nova abordagem terapêutica, que utiliza cães como coterapeutas no tratamento de pessoas.

Todas as quintas-feiras, os pacientes e colaboradores receberão a visita da cachorrinha Olivia, respeitando as condições clínicas e pessoais de cada um. Extremamente dócil, Olivia é da raça Whippet, tem quase dois anos e será conduzida por sua proprietária, Simone Polz.

Foto Divulgação/Hospital Beatriz Ramos

O “melhor amigo do homem”, além de ser um excelente animal de estimação, desempenha um papel fundamental no dia a dia de pessoas com dificuldades motoras, auditivas e visuais, por exemplo. A presença de animais diminui a ansiedade, reduz os sintomas de depressão e estresse, melhora o humor, assim como as habilidades motoras e coordenação.

“A cinoterapia já é adotada em vários ambientes hospitalares, mas para o HBR representa uma inovação. Vinha estudando essa ideia há um tempo, mas a proposta se concretizou mesmo com a visita realizada recentemente ao Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, de Joinville. Lá eles trabalham com essa abordagem terapêutica. A partir daí, decidimos implantar o projeto”, conta a administradora do hospital, Adriane Ferrari.

Foto Divulgação/Hospital Beatriz Ramos

Um carinho que transforma a rotina de um paciente e que traz calma e paciência para que consiga encarar as etapas necessárias do tratamento. É dessa forma que a Olivia vai auxiliar no trabalho dos profissionais de saúde do Hospital Beatriz Ramos.

“A companhia dos cães faz com que o paciente se sinta necessário e tenha mais autonomia. Isso é ainda mais eficaz quando estamos falando de tratamentos paliativos ou quando os pacientes estão internados há muito tempo. Traz o saudosismo do lar”, explica Adriane.

A receita não tem como dar errado quando se tem o principal ingrediente da vida: o amor, seja ele de pai, mãe, cônjuge, filho ou, simplesmente, de um animal!

Quer receber as notícias no WhatsApp?