A rede de fast food Burger King gerou polêmica nas redes sociais após lançar uma campanha que apoia a comunidade LGBTQIA+ e traz o debate sobre a questão da diversidade pelo olhar das crianças.

O vídeo da campanha publicitária mostra a perspectiva das crianças sobre o tema da diversidade de gênero, sem roteiro e de maneira espontânea. A campanha foi realizada pela agência David em parceria com especialistas em psicologia e diversidade.

“O lançamento da campanha tem como objetivo endereçar um ponto de reflexão à população em geral. O preconceito é uma construção social e, com toda a responsabilidade que nos cabe enquanto companhia, conseguimos mostrar que os pequenos carregam o discernimento a partir de um olhar muito sensível e humano”, disse Juliana Cury, diretora da marca Burger King do Brasil, à Revista Exame.

Assista ao vídeo:

O vídeo dividiu opiniões na internet. Enquanto alguns, apoiaram e parabenizaram o Burger King pela iniciativa, outros não gostaram da atitude da empresa e a acusaram de querer “lacrar” em cima do assunto.

“Ideologia de gênero não! Quem lacra, não lucra”, disse um usuário. “Já dei meu like na propaganda e hoje vou pedir BK só para comemorar”, postou outro.

Confira a repercussão nas redes sociais: