Ewald (E) e 
Lisboa não escondem orgulho de integrar corporação que ajuda a salvar vidas na cidade 
e na região - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Ewald (E) e Lisboa não escondem orgulho de integrar corporação que ajuda a salvar vidas na cidade e na região - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
24 horas por dia, 365 dias por ano. Fundada oficialmente no dia 6 de março de 1991, a Associação de Serviços Voluntários de Guaramirim, mais precisamente, os bombeiros da cidade, está fazendo aniversário no próximo domingo.
São 25 anos de história. Das 43 corporações de Bombeiros Voluntários de Santa Catarina, Guaramirim foi a 14ª cidade a contar com uma unidade. Tudo começou com uma fundação provisória, no dia 2 de agosto de 1990, depois que empresários da cidade, mediante acompanhamento dos atendimentos realizados pela corporação de Jaraguá do Sul, resolveram se unir para formar a primeira guarnição.
A equipe foi composta por destemidos homens da cidade que se propuseram a combater incêndios com auxílio de um caminhão-pipa da Prefeitura e de um capacete. Era apenas o que se tinha de equipamento e proteção para trabalhar.
As primeiras reuniões e treinamentos eram realizados em uma sala cedida pela escola Almirante Tamandaré. Depois, foi montada a sede provisória em uma garagem cedida pela administração municipal, nos fundos da Prefeitura, onde o grupo permaneceu até agosto de 1994, quando então foi inaugurada a sede própria, na Rua 28 de agosto. Hoje, após diversas adequações, o local se transformou em uma moderna sede que abriga toda a frota e os equipamentos.
Foto: Arquivo/CBV de Guaramirim
Foto: Arquivo/CBV de Guaramirim
Amor pela causa
O atual comandante da unidade, Maicon Rodrigo Ewald, tem apenas 26 anos, mas, uma vida dedicada aos bombeiros. Começou a frequentar a corporação aos 13 anos de idade, por influência do pai, que foi comandante dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul. Hoje, após tanto tempo, se vê orgulhoso por ter assumido o cargo máximo dentro do quadro operacional.
“É uma grande responsabilidade, mas acima de tudo um orgulho. Temos uma equipe maravilhosa, com bombeiros formados inclusive internacionalmente, o que é um diferencial. Temos formações em Portugal, na Alemanha, no Chile e na Argentina, temos bons equipamentos, isso muito me orgulha”, destaca Maicon.
Entre os projetos para este ano, ele destaca a compra de um novo caminhão, que deve ser feita em parceria com o Rotaracty Internacional, uma nova ambulância, que deve vim de uma emenda parlamentar, e a conquista de uma verba estimada em R$90 mil para a compra de materiais.
“Patrimônio histórico”
De bombeiro a comandante, Ildemar Alves Lisboa tem 44 anos e está na corporação desde a fundação. Ele exerceu cargos no comando e hoje trabalha na parte da marketing da instituição.
Com a experiência acumulada, Lisboa pode ser considerado um “patrimônio histórico” da equipe. Ele ainda lembra do começo, das reuniões nas garagens da Prefeitura e afirma que sente orgulho de ter visto nesses 25 anos muitas vidas sendo salvas.
“É gratificante acompanhar de perto esse progresso, muita coisa mudou, hoje temos mais tecnologia, mais equipamentos, mas tem uma coisa que continua igual, a vontade de ajudar o próximo de nossos bombeiros” destaca.
Mas, nem tudo são flores. Apesar de ter visto muitas vidas serem salvas, Lisboa conta que nesses 25 anos de caminhada duas ocorrências marcaram sua vida. “Lembro muito bem de dois fatos. O primeiro, um acidente, o pai teria sequestrado dois filhos e arremessado o carro contra uma carreta cometendo suicídio e matando os filhos. Outro, quando uma família morreu após cair com o carro da ponte do Zindars em Guaramirim. Foram muito marcantes”, relata.
Números:
64 voluntários
19 efetivos (entre bombeiros do operacional, comando, administrativa, Centro de Atividades Técnicas e Samu)
• Comandante: Maicon Rodrido Ewald
• Subcomandante: Maicon Rosa
• Presidente: Dieter Helmuth Gaedtke
Além disso, a corporação também conta com:
• Um caminhão de combate a incêndio e resgate veicular que está em reforma e deve ser entregue nas próximas semanas;
• Duas ambulâncias de suporte básico;
• Uma caminhonete Ranger utilizada para resgate;
• Um caminhão tanque com capacidade para armazenar oito mil litros de água.
Atividade especial
Sábado Aberto BVG
5 de março - das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30
Oficinas de:
• Altura (com Caminhão Munk);
• Animais peçonhentos;
• Pré-hospitalar (Obstrução de vias aéreas por corpo estranho em crianças, adolescentes e adultos);
• Prevenção e combate a incêndios;
• Resgate Veicular (demonstração e corte feito pelos Bombeiros);
Obs: As oficinas ocorrem de manhã e repetem à tarde.  Os que assistirem a todas as palestras concorrerão a brindes.