O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), sancionou o projeto de lei que faz de Blumenau a Capital Catarinense de Transplantes de Órgãos. A medida tem como objetivo reconhecer o município pela qualidade e quantidade de procedimentos realizados. A proposta é de autoria do deputado estadual Ricardo Alba (PSL).

Até o mês de julho deste ano, o Hospital Santa Isabel, de Blumenau, foi a unidade de saúde que mais realizou transplantes de fígado e rim no estado, conforme dados da SC Transplantes. No último domingo (15), o hospital também foi destaque ao realizar um transplante inédito em Santa Catarina. Uma mulher de 35 anos recebeu, no mesmo dia, coração e rim.

Além de homenagear o trabalho realizado por instituições como a Associação Renal Vida e o Hospital Santa Isabel, uma das referências nacionais em transplantes, o título deve propiciar ao município mais visibilidade junto aos órgãos federais de saúde e facilitar a captação de recursos para a área.

"O Hospital Santa Isabel realiza um trabalho de referência tanto para Santa Catarina como para o Brasil. E agora a unidade entra no planejamento para receber recursos do Governo do Estado, conforme a nossa nova política hospitalar. Acredito que, por conta da sua classificação e do que entrega na comunidade, o hospital de Blumenau vai receber mais de R$ 1 milhão por mês", afirma Moisés.

Em Santa Catarina, os transplantes de órgãos vêm batendo sucessivos recordes neste ano. A SC Transplantes registrou recorde na doação de órgãos em julho, com 34 procedimentos, além do melhor desempenho já registrado em um mês de fevereiro em 20 anos, com 24 doações de múltiplos órgãos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?