A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus), foi informada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (DIVE) que várias regiões de Santa Catarina estão com transmissão sustentada de Dengue. Neste caso, a coleta do exame para confirmação da doença após análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) deverá seguir critérios específicos. Demais pacientes serão diagnosticados mediante critério clinico epidemiológico.

A transmissão sustentada se caracteriza quando ocorre o aumento do número de casos em determinada área por duas semanas seguidas ou mais, neste caso, o município. Conforme orientação do Estado, os municípios deverão fazer coleta de amostras nos casos de pacientes gestantes suspeitas Dengue; casos de suspeitos dengue com sinais de alarme; casos suspeitos de dengue grave independente do cenário de transmissão; óbitos suspeitos; e 10% dos casos, por semana epidemiológica, das áreas com transmissão sustentada para o monitoramento viral e realização da sorotipagem. Contudo, a notificação compulsória de todos os casos suspeitos deve ser mantida.

A Semus recomendou que todas as unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) e Ambulatórios Gerais (AGF) sigam fazendo a coleta de material para exame dos casos suspeitos de Dengue de acordo com os critérios estabelecidos pela Nota Técnica nº 28. O município reforça ainda que o tratamento de pacientes com Dengue não depende de um teste diagnóstico. Isso porque os protocolos orientam que ainda durante a suspeita da doença o paciente já inicie o tratamento.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.