Blumenau está entre as 10 cidades do Brasil que mais salvam vidas na pandemia do coronavírus. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (26), pelo portal da Revista Exame, com base no ranking dos 100 maiores municípios do país com o menor índice de mortes pela Covid-19, elaborado pela consultoria Macroplan.

 

“Municípios com políticas públicas direcionadas à melhoria da qualidade de vida e menor presença de moradias inadequadas em locais que favorecem aglomerações, em geral, têm melhores resultados na pandemia”, diz Marcelo Trevenzoli, consultor líder em saúde da Macroplan.

 

De acordo com o estudo, Blumenau ocupa o 8º lugar e é a única cidade do Sul do país entre as 10 mais bem colocadas. O prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) considera a posição no ranking um reconhecimento pelo trabalho realizado desde o início da pandemia.

 

“É a certeza de que tudo o que fizemos até esse momento teve seu principal resultado alcançado, que é o de salvar vidas. Desde que iniciamos o combate ao coronavírus, buscamos ouvir nossa equipe técnica e as equipes dos hospitais, trabalhando com os métodos que se mostraram mais efetivos no mundo”.

 

Ainda na avaliação dele, o reconhecimento nacional é fruto dos esforços e investimentos em ações de testagem, rastreamento e isolamento dos casos positivos.

 

“Um trabalho de todos os servidores, mas em especial dos servidores da saúde do município e também dos hospitais, junto com seus profissionais e equipe técnica. Diante de tantas dificuldades e do momento tão difícil, esses profissionais não esmoreceram e seguem com a missão diária de tratar e cuidar dos cidadãos de Blumenau que precisam de atendimento, além dos pacientes que não são da nossa cidade e são encaminhados para nossos leitos”.

 

Hildebrandt também associa o bom resultado à qualidade da saúde pública na cidade, tanto na atenção básica quanto na especializada.

Cidades com menor taxa de mortalidade pela Covid-19

  1. Petrolina (PE): 65,3 óbitos por 100 mil habitantes;
  2. Taubaté (SP): 73,7 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  3. Ribeirão das Neves (MG): 86 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  4. Belford Roxo (RJ): 87,7 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  5. Ananindeua (PA): 93,3 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  6. Feira de Santana (BA): 93,8 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  7. Montes Claros (MG): 102,1 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  8. Blumenau (SC): 107,5 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  9. Vitória da Conquista (BA): 108,4 óbitos a cada 100 mil habitantes;
  10. Franca (SP): 110,1 óbitos a cada 100 mil habitantes.

*Fonte: Macroplan (dados até 23/03/2021)