Bazares beneficentes oferecem roupas a preços acessíveis

A dona de casa Cristiane Machado, com a filha Kauane, se surpreendeu com a qualidade e variedade das peças - Fotos: Eduardo Montecino/OCP Online A dona de casa Cristiane Machado, com a filha Kauane, se surpreendeu com a qualidade e variedade das peças - Fotos: Eduardo Montecino/OCP Online

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:00 - 22/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Pacientes e visitantes do Hospital e Maternidade Jaraguá se surpreendem quando visualizam a fachada de vidro e entram pela primeira vez no bazar da instituição, no prédio novo lateral, ao lado da lanchonete. Nesse espaço, administrado por voluntárias da Oase (Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas), podem ser encontradas roupas e acessórios novos e usados, com preços que podem ser considerados simbólicos, como as peças avulsas de malha de algodão para bebês, expostas na entrada e vendidas a R$ 1. A lojinha oferece uma arara repleta de jeans, na maioria femininos, a partir de R$ 2,50 até R$ 3,50. Ao garimpar peças que podem aplacar o frio, é possível encontrar uma jaqueta jeans a R$ 7 ou um blazer de lã masculino a R$ 12. É certo que com as baixas temperaturas, quem descobriu a tempo se encarregou de que as peças mais grossas fossem rapidamente compradas, mas ainda há alguns itens disponíveis, como cachecóis e sapatinhos de lã produzidos à mão, e gorros para crianças. Foram esses produtos que atraíram a atenção da dona de casa Cristiane Fortunato Machado, 32 anos, que decidiu conhecer o lugar na saída de uma visita. Acompanhada da filha Kauane, de cinco anos, Cristiane se surpreendeu com o que viu. “Nunca tinha vindo aqui antes. Estou dando uma olhada, mas com certeza os preços estão bem em conta”, reconhece. “Hoje vim só olhar, mas vou voltar”, afirma, com um sorriso, enquanto confere a qualidade e variedade dos itens disponibilizados. O brechó do Hospital Jaraguá abre de segunda a sexta-feira a partir das 8 horas e segue até às 18 horas. Bazar Hospital Jaragua - em (3)

Casacos e jaquetas, assim como acessórios de lã estão entre os mais procurados nas últimas semanas

Bazar da Rede Feminina espera doadores O frio intenso das últimas três semanas diminuiu os estoques do Bazar da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Jaraguá do Sul, que ontem mantinha poucas peças de inverno nas araras e prateleiras. A loja, que funciona na sede da entidade, na esquina das ruas Procópio Gomes de Oliveira e Bernardo Dornbusch, coloca à venda itens de vestuário e calçados, novos e seminovos, está à espera de doações para preencher o espaço. A corrida às roupas com preços bem abaixo do praticado no mercado fez com que casacões, jaquetas e blusões de lã sumissem rapidamente. A grande procura ocorre também pela qualidade dos itens, já que não é raro encontrar produtos praticamente sem uso. “Vendemos bastante e precisamos muito de doações, porque teremos um inverno rigoroso”, atesta a coordenadora do bazar, Sueli Beck. Até ontem, ainda era possível encontrar umas poucas roupas da linha infantil, principalmente camisetas e pijamas de bebê, a partir de R$ 5. Também haviam blusas de lã, cachecóis, casacos de moletom e jeans, com preços variáveis entre R$ 4 e R$ 20.“É um bazar muito importante para a Rede, porque arrecadamos de R$ 5 mil a R$ 6 mil por mês e esse recurso ajuda muito nas despesas mensais de manutenção e pagamento de exames”, observa. O brechó da Rede Feminina atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30. Para doações o contato é o (47) 3275-0268.
×