A barragem de José Boiteux será contemplada com um investimento de R$ 21 milhões do governo federal para recuperação de toda a sua estrutura. A revelação foi feita pelo secretário estadual de Defesa Civil, João Batista Cordeiro Junior, na noite desta quinta-feira (25), durante reunião da Associação Empresarial de Blumenau (Acib).

A maior barragem de contenção de cheias do Brasil necessita de reparos devido à depredação feita pela comunidade indígena em 2014. Hoje em dia, cerca de dois mil índios vivem nas proximidades.

Inicialmente, a União repassará R$ 6 milhões para o início das obras. O dinheiro será aplicado na construção de um canal extravasor, substituição de todos os equipamentos destruídos, contenção de uma erosão na margem do rio Hercílio e instalação de cercas para evitar invasões e garantir o funcionamento da estrutura.

Durante uma enchente, a barragem de José Boiteux, em sua operação normal, reduz em até 1,5 metro o nível do rio Itajaí-Açu em Blumenau. “As obras devem durar cerca de um ano e meio após o início dos trabalhos, podendo ser prevista a recuperação completa do local em 2021”, afirmou o secretário.

Quer receber as notícias no WhatsApp?