Bombeiros tiveram que usar bote para socorrer pessoas que ficaram ilhadas | Fotos 3Cia 7 BBM
Bombeiros tiveram que usar bote para socorrer pessoas que ficaram ilhadas | Fotos 3Cia 7 BBM

Membros do Grupo de Respostas e Ações Coordenadas de Barra Velha estiveram reunidos no início da manhã desta segunda-feira (18), para projetar ações de atendimento à população atingida pelas cheias.

De acordo com a Defesa Civil, mil pessoas estão desabrigadas e cerca de 60 estão desalojadas. O atendimento às famílias está sendo feito no abrigo provisório montado no CEI Nadida Michereff, no bairro São Cristóvão.

Interessados em auxiliar os atingidos pela enchente podem doar colchões, água, cesta básica, material de limpeza e itens de higiene pessoal. Os pontos de coleta das doações são o quartel do Corpo de Bombeiros Militar, a Secretaria Municipal de Educação e a Prefeitura de Barra Velha. Vale ressaltar que roupas não estão sendo arrecadadas.

Segundo registros da Defesa Civil, nas últimas 72 horas choveu 260 milímetros, o maior volume registrado desde 2011. A previsão é de que a chuva moderada continue pelas próximas horas. Pessoas em situação de emergência devem ligar no número 199.

A Defesa Civil já decretou estado de emergência no município e, após levantamento dos prejuízos públicos e particulares, o órgão buscará recursos junto ao Governo Federal para a recuperação das áreas atingidas.

*Com informações de assessoria de imprensa