A cada temporada de verão Santa Catarina, com mais de 140 opções de praias, recebe milhares de turistas de todos os lugares do país e da América do Sul, como argentinos, paraguaios, uruguaios, entre outros estrangeiros que fazem questão de vir passar as férias no litoral catarinense. Balneário Camboriú e Florianópolis são dois dos destinos mais desejados, e nos meses de janeiro e fevereiro a Fecomércio SC abordou 574 turistas nessas regiões para fazer a Avaliação da Qualidade de Serviços em Atrativos Turísticos. A pesquisa utilizou o protocolo Tourqual, um sistema de avaliação da qualidade e desenvolvimento de serviços e experiências, que analisou 17 indicadores em seis categorias – acesso, ambiente, elemento humano, segurança, qualidade técnica e experiência – com pontuação de 1 (péssimo) a 5 (excelente). Em Balneário Camboriú a melhor avaliação foi na categoria Experiência com 4,6, considerando as ações e vivências proporcionadas pelo destino, sendo a percepção de segurança da cidade um indicador apreciado. Já no quesito Acesso, em relação a qualidade das vias de entrada, mobilidade e transporte, recebeu a nota 3,8, inferior à pontuação do ano passado, junto com a pior avaliação para os banheiros acessíveis com 3,1 e na categoria de Qualidade Técnica com 4, especialmente nos quesitos tecnologia com 3,7 e preço dos produtos e serviços e a relação custo/benefício com 3,6. Já Florianópolis se destacou pelo indicador Beleza na Cidade – natural e construída –, com nota 4,8, e em seguida, a categoria Elemento Humano, teve boas ponderações em relação aos indicadores de atenção do povo/moradores da cidade e o atendimento geral dos empregados do estabelecimento da cidade com notas 4,3 e 4,2 respectivamente. A observação do turista quanto a disponibilidade dos banheiros públicos também foi negativa na Capital. Apesar de melhorar em relação ao ano anterior de 2,6 para 3, o indicador recebeu a pior avaliação nesta temporada. No resultado geral, a maior nota de avaliação foi a de Balneário Camboriú com 4,2, enquanto Florianópolis obteve 4 pontos na análise final. A coleta de dados da pesquisa ocorreu em dias alternados e em locais de grande fluxo de turistas, garantindo uma margem de erro de 5,8% e nível de confiança de 95% para cada região. *Com informações de Emilly Leal da Rede OCP News