O joinvilense Jovani Furlan, 26, começou no mundo da dança na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, aos 10 anos, em 2004. O jovem bailarino inda não sabia o que o futuro lhe reservava, muito menos cogitava a possibilidade de estar morando no exterior e sendo Primeiro Bailarino do Miami City Ballet. O cargo foi conquistado em 2017 após sete anos trabalhando na companhia americana.

Agora uma nova conquista para sua carreira, a partir de agosto, será solista do New York City Ballet, o primeiro bailarino brasileiro contratado pela companhia de dança, que é uma das mais importantes do mundo.

“Era um objetivo na minha carreira trabalhar em Nova York, por isso, enviei meu portfolio, e estou muito feliz com o contrato”, diz Jovani.

Foi na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville, o início da sua trajetória artística. O ambiente disciplinado, aulas diárias de balé, ginástica, música, alongamento, ampliava desde cedo a visão desse mundo.

 “Respeito aos bailarinos, diretores, minhas partners, ao meu corpo e a todos que influenciaram de alguma forma na dança. O Bolshoi foi uma escola para vida, uma oportunidade de descobrir a paixão pela dança”, comenta.

*Com informações de assessoria de imprensa

Quer receber as notícias no WhatsApp?