Um avião militar com 92 pessoas a bordo, incluindo três pilotos e cinco tripulantes, caiu neste domingo no sul das Filipinas, deixando ao menos 29 mortos e 50 feridos.

As informações são da Agence France Presse (AFP) e do Jornal O Globo. Até as 11h deste domingo (horário de brasília), 40 pessoas haviam sido resgatadas. 17 continuam desaparecidas.

A aeronave, um Lockheed C-130 "Hercules", sofreu o acidente ao tentar pousar na ilha de Joló, na província de Sulu, informou a Força Aérea em um comunicado, acrescentando que as equipes de resgate estão no local.

O avião transportava tropas de Cagayan de Oro, no sul da ilha de Mindanao, quando saiu da pista enquanto tentava pousar.

Muitos dos passageiros haviam se formado recentemente no treinamento militar básico e estavam sendo enviados para a ilha como parte de uma força conjunta que lutava contra grupos armados, como o Abu Sayyaf, na região de maioria muçulmana.

O Exército tem uma forte presença no sul do país, onde os grupos operam, muitas vezes realizando sequestros em troca de resgate.