O catarinense Darlan Romani pode não ter conquistado medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas com certeza ele conquisto o Brasil com a história de superação e dedicação. Nas redes sociais, após a competição, o atleta nascido em Concórdia, no Oeste, foi apelidado de "Sr. Incrível", por conta da semelhança com o personagem do filme "Os Incríveis".

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

De acordo com a esposa Sara Romani, a participação do marido foi especial e mostrou que ele venceu as dificuldades da preparação, que contou até com treinamentos em um terreno baldio.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Covid-19

Darlan foi diagnosticado com a Covid-19 e perdeu cerca de 10 quilos durante a recuperação. Porém isso não o impediu de bater a melhor marca do ano nas Olimpíadas. Para a esposa, a final foi emocionante.

"Chorei, sorri e agradeci", disse.

Antes dos jogos o atleta teve uma lesão e precisou passar por uma cirurgia. Mas Romani não desistiu, ele treinou de forma improvisada e fez de um terreno próximo de casa, em Bragança Paulista, o local de competição.