A Secretaria de Assistência Social e Habitação de Criciúma abordou 20 pessoas em situação de rua na manhã da última terça-feira (24). O objetivo da ação é orientar essa população e, se for da vontade do abordado, encaminhá-lo para equipamentos do município que prestam serviços de acolhimento.

As abordagens ocorreram nos bairros Pinheirinho, Milanese e Centro. A equipe contou com assistentes sociais, agentes da Fiscalização Municipal, da Defesa Civil e da Polícia Militar, além do presidente da Câmara de Vereadores, Salésio Lima.

"Essas abordagens são de extrema importância social, pois tendo as pessoas em situação de rua cadastradas em nosso sistema podemos fazer um diagnóstico do perfil deles e, assim, dar os encaminhamentos necessários de acordo com cada caso", ressalta o secretário de Assistência Social e Habitação, Bruno Ferreira.

Dos 20 abordados, dois foram encaminhados para comunidades terapêuticas, dois aceitaram passagem para sua cidade de origem, um foi encaminhado para fazer documentação pessoal, um encaminhado para a República (antiga Casa de Passagem) e quatro para o Centro POP.

"Esses locais oferecem alimentação, higienização e roupas, além de estadia de curto prazo para dormir. Além disso, essas ações de abordagem estreitam a relação da Assistência Social com essas pessoas e gera confiança e credibilidade para nossas equipes", explica a coordenadora da proteção especial de média e alta complexidade e gerente da Secretaria, Edla Mazzuco Coan.


→ Siga-nos no Instagram e Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba notícias de Criciúma e região no seu celular clicando aqui: https://linktr.ee/OcpNewsCriciuma