Recursos do Prêmio da Lei Aldir Blanc, obtidos através de edital da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), asseguraram melhorias estruturais ao Arquivo Histórico José Ferreira da Silva e permitiu nos últimos dois meses a organização de palestras e oficinas direcionadas ao público universitário. Entre as novidades, com o processo de readequação do fundo de memória da cidade, o arquivo municipal passou a contar com moderno sistema de gavetas deslizantes, o que facilitará o acesso e a dinamização das pesquisas.

O projeto elaborado pela Associação dos Amigos do Arquivo Histórico José Ferreira da Silva (AAAHJFS) prevê a armazenagem de parte do acervo documental em pastas especiais produzidas com chapas poliondas. As adequações asseguram melhores condições para a preservação dos documentos.

Entre as ações financiadas pelo prêmio, constam ainda as três oficinas promovidas nos meses de março e abril a cerca da organização do arquivo, móvel deslizante e catalogação de documentos textuais e iconográficos. A diretora do Patrimônio Histórico Museológico da Secretaria de Cultura e Relações Institucionais, Sueli Petry, recebeu estudantes do curso de História da Universidade Regional de Blumenau (Furb). Na oportunidade, expôs a importância dos acervos como fonte de pesquisa e fortaleceu os laços com a comunidade acadêmica e futuros pesquisadores.

Em outra ação do projeto, a Oficina de Fotografia contou com participantes locais e de cidades vizinhas interessados em levar conhecimentos para suas instituições. Esse projeto está sob a coordenação do mestrando Kayuã Girardi, através da Associação dos Amigos do Arquivo Histórico José Ferreira da Silva.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.