A primeira composteira de Araquari foi instalada pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) no Centro. Agora, a comunidade da região central da cidade tem um lugar para depositar lixo orgânico e colaborar com o meio ambiente. O local fica anexo à Praça Verde, onde funciona o estacionamento da Prefeitura de Araquari.

Com três divisórias de um metro e meio, a compostadeira começou a ser construída no dia 25 de maio. Com a instalação, os moradores podem depositar o lixo orgânico na bombona azul. Os sólidos orgânicos serão recolhidos por funcionários da Fundema e depositados na composteira.

Restos de frutas (casca, bagaço, caroço), legumes, verduras, casca de ovos, erva mate, chá, borra de café podem ser depositados na composteira.

Compostagem evita acúmulo resíduos sólidos orgânicos

A compostagem é a maneira mais adequada de tratar os resíduos sólidos orgânicos, evitando o acúmulo desse material em aterros sanitários e ajudando a preservação do meio ambiente, explica Mayara Pereira Silva, gerente técnica de gestão ambiental da Fundema.

Segundo Mayara, vários estudos apontam que pelo menos 50% do lixo residencial é orgânico e pode ser aproveitado na compostagem, transformado em adubo e utilizado no plantio de hortaliças, na jardinagem e na agricultura.

“Essa composteira é para a comunidade do Centro de Araquari e os resíduos que forem depositados nela, vão ser aproveitados em obras de revitalização de algumas áreas da cidade, nos projetos ambientais da Fundação e na arborização do município”, diz a gerente técnica da Fundema.

Se o projeto funcionar e obtiver a participação da comunidade, a Fundema pretende instalar uma composteira em cada bairro.

“Nosso objetivo é auxiliar na diminuição do lixo que vai para os aterros e gerar também resultados econômicos para o município, por meio de práticas sustentáveis”.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?