A Proposta de Participação de Joinville no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para este ano foi aprovada pelos membros do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsean).

A deliberação aconteceu nesta quinta-feira (17) e foi acompanhada por representantes de agricultores e entidades beneficiadas pelo programa, no município.

Realizado pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o Programa de Aquisição de Alimentos é aplicado em Joinville desde 2011, com o objetivo de promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar.

Na proposta aprovada para este ano, estão cadastrados 103 beneficiários fornecedores, ou seja, agricultores que vão fornecer produtos como frutas, verduras, legumes, peixe e itens de panificação; e 37 beneficiários recebedores, formados por entidades da rede socioassistencial e de equipamentos públicos de Segurança Alimentar e Nutricional.

De acordo com a coordenadora da Área de Segurança Alimentar e Nutricional e do PAA, da Secretaria de Assistência Social (SAS), Edina Acordi, um dos destaques do novo documento, é a valorização da agricultura orgânica.

“A nova proposta despertou o olhar dos participantes quanto à importância da agricultura orgânica, do direito humano à alimentação adequada. Além disso, estão previstas ações de regulamento e acompanhamento das instituições que vão receber os alimentos, bem como das ações realizadas pelos agricultores que irão fornecer os produtos”, afirma Edina.

Neste ano, por meio do PAA, serão destinados R$ 300 mil para compras, sendo 40% destinados à agricultura familiar de público prioritário, 40% para a agricultura familiar agroecológica, e 5% para as mulheres agricultoras.

A proposta será submetida, agora, à análise do Ministério do Desenvolvimento Social, e a expectativa é que a aprovação aconteça até o próximo mês de julho.

*Com informações da Prefeitura de Joinville