Para marcar a nova lei que determina a execução dos hinos Nacional e Municipal uma por vez semana nas redes pública e privada em Jaraguá do Sul, às 8h30 desta terça-feira (17) será realizado um ato simbólico na Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Gonzaga Ayroso, com as presenças do prefeito Antídio Aleixo Lunelli e do vereador Marcelindo Grunner. O projeto de lei nº 170/2017, de autoria do vereador petebista Marcelindo, líder do governo na Câmara de Vereadores, segue a legislação federal. De acordo com o diretor de ensino da rede municipal, Antônio de Souza Júnior, o comunicado referendando a determinação de executar os dois hinos já foi enviado por e-mail aos diretores das unidades escolares, e encaminhado à Gerência de Educação da ADR, para que a medida passe a ser cumprida também na rede estadual. ----- LEIA MAIS: - Execução de Hino Nacional passa a ser obrigatória em todas as escolas de Jaraguá – Mais de 90% dos internautas que responderam à enquete do OCP aprovam execução do Hino Nacional ----- O secretário municipal de Educação de Jaraguá do Sul, Rogério Jung, afirma que a prática de executar semanalmente os hinos é corrente em todas as unidades da rede. As 31 escolas municipais de ensino atendem em média 16 mil estudantes. Também a gerente de Educação da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional), Cristiana Poltronieri, afirma que nas 29 unidades da rede estadual, com cerca de 17 mil alunos, os hinos são executados uma vez por semana, seguindo o calendário escolar de atividades. A legislação municipal foi assinada em 6 de outubro pelo prefeito, por meio da lei 7475/2017. A lei determina que fica a critério da direção de cada unidade escolar a escolha do dia, horário e forma de condução na execução dos dois hinos. A obrigatoriedade da execução semanal do Hino Nacional nas escolas públicas e privadas já era prevista por uma lei de 1971, alterada em 2009.