Em 2019 o apresentador Kaio Cezar, que ficou conhecido por pedir demissão durante a transmissão ao vivo do programa Globo Esporte, ganhou o processo judicial contra a emissora e outras três empresas: TV Verdes Mares, afiliada Globo no Ceará, TV Diário, que é a TV local do Sistema Verdes Mares, e Rádio Verdes Mares, que integra o grupo.

Agora, o Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região de Fortaleza (CE) estipulou que as emissoras devem pagar ao profissional uma indenização de R$ 2 milhões.

De acordo com o jornalista, o motivo da demissão e o processo foram baseados em assédio e danos morais cometidos por um ex-diretor de relações institucionais do Sistema Verdes Mares. Segundo informações do Notícias da TV, Kaio conseguiu provas dos constrangimentos direcionados a ele e a esposa.

O Sistema Verdes Mares chegou a processar o jornalista por ter pedido demissão ao vivo. O argumento foi de que ele teria causado danos morais à emissora, mas a causa não foi aceita pela Justiça, dando a vitória do processo para Kaio novamente.