A Apple foi multada em R$ 10,5 milhões, na última sexta-feira (19), pelo Procon-SP, por supostas irregularidades.

Um dos motivos da multa é o fato de a empresa estar vendendo iPhones sem carregador. Além disso, conforme o órgão, a Apple estaria impondo cláusulas abusivas e fazendo propaganda enganosa sobre o iPhone 11 Pro ser resistente à água.

Em novembro do ano passado, o Procon-SP já havia notificado a Apple devido à venda de iPhones 12 sem carregador de bateria.

“É incoerente fazer a venda do aparelho desacompanhado do carregador, sem rever o valor do produto e sem apresentar um plano de recolhimento dos aparelhos antigos, reciclagem etc. Os carregadores deverão ser disponibilizados para os consumidores que pedirem”, afirmou à época Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP