A empresa Ozz Saúde, que presta serviço ao Consórcio Intermunicipal Multifinalitario da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (CIM-AMREC), para execução do Serviço Aeromédico (SaraSul), pediu a rescisão contratual nesta manhã, via ofício.

Ontem à tarde, o presidente do CIM-AMREC e prefeito de Cocal do Sul, Fernando de Faveri, esteve reunido com a equipe técnica do Consórcio e com os médicos que trabalham no aeromédico expondo a situação dos colaboradores.

“Estamos com o pagamento rigorosamente em dia. Ficamos sabendo da situação ontem e no mesmo momento fomos em busca de explicações. Agora com a oficialização, vamos romper o contrato e providenciar um contrato emergencial. Salientamos que os serviços não serão paralisados, com garantia dos profissionais que atuam no SaraSul”, garantiu o presidente Fernando.

Atendimento

Somente no primeiro trimestre deste ano, as esquipes do Saer/SaraSul realizaram 36 atendimentos de resgate aeromédico em 22 municípios do Sul catarinense, socorrendo mais de 30 vítimas. Dessas, desde as que necessitavam de remoção urgente entre hospitais à vítimas de acidentes de trânsito, de trabalho, de tentativa de suicídio, de afogamentos e também para transportes de órgãos para transplantes.

Os municípios atendidos foram Criciúma, Lauro Müller, Orleans, Urussanga, Cocal do Sul, Içara, Balneário Rincão, Sangão, Jaguaruna, Imaruí, Laguna, Imbituba, Braço do Norte, Treze de Maio, Timbé do Sul, Praia Grande, Meleiro, Sombrio, Balneário Gaivota, Araranguá, Arroio do Silva e Jacinto Machado.

Instalado em Criciúma desde o final de dezembro de 2020, o Serviço de Resgate atua de forma híbrida com a estrutura do Serviço Aeropolicial da Polícia Civil, tripulação e aeronave.

Ainda, em forte parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Batalhão de Aviação da PM, Prefeituras, Concessionária CCR ViaCosteira (BR-101) e com toda rede hospitalar e de saúde pública.

A região atendida pelo SaraSul abrange 45 municípios, das regiões, Carbonífera (Amrec), Extremo Sul Catarinense (Amesc) e de Laguna (Amurel), com uma população de mais de 1 milhão de habitantes, com extenso litoral e limite com a Serra. Ainda com várias rodovias de intenso tráfego e vários hospitais de referência.