Cinoterapia - o nome pode parecer complexo, mas para entender o que significa basta compreender a ligação que seres humanos e cães mantêm ao longo da história. A técnica, também conhecida como Terapia Facilitada por Cães, é aplicada desde a Antiga Grécia, quando cachorrinhos eram preparados para atuar como terapeutas auxiliares, pois acreditavam que eles tinham a capacidade de curar doenças.

 

Hoje, a técnica é estudada cientificamente, com ótimos resultados. Já está comprovado que usar cães como base para alguns tipos de tratamento se mostrou efetivo para uma série de doenças e condições que acometem o ser humano. Afinal, o cão é base para liberação de muitos estímulos. E isto é ótimo para o nosso corpo.

 

IMAS dá espaço para esse carinho - Com tantas evidências e benefícios, o IMAS - Instituto Maria Schmitt, que administra hospitais como o HRA - Hospital Regional de Araranguá, Hospital Florianópolis, São Marcos, Dom Joaquim e Santo Antônio, entre outros, resolveu fazer essa experiência através de um projeto-piloto que aconteceu em junho, no HRA.

 

Depois de 14 dias de internação, seu Arlindo Michels, 73, sentia saudades do contato com seus animais. Foi então que os fisioterapeutas Suyanne Pereira e Marcel Almeida tiveram a ideia de trazer Luna, a cachorrinha do seu Arlindo, para uma visita ao seu dono adoentado, que aconteceu no jardim do hospital, onde ele também fez parte de seus exercícios de fisioterapia. Além do belo momento que emocionou familiares e equipe do hospital, essa visita trouxe grandes benefícios e uma ótima notícia: seu Arlindo recebeu alta dias depois e pôde curtir a companhia de Luna em casa e com a saúde restabelecida.

 

Parcerias - O sucesso da experiência fomentou uma parceria entre o IMAS e o Canil Double Axe, de Araranguá. No local, os dogs são treinados para essa AAA - Atividade Assistida por Animais, sob a supervisão do adestrador Josué Antônio, que desde essa experiência exitosa com seu Arlindo no HRA, vem percorrendo com seus animais treinados para a AAA a todas as unidades hospitalares administradas pelo IMAS com muito sucesso, a visita mais recente ocorreu na última segunda-feira, 5, no Hospital Santo Antônio de Timbé do Sul:

 

"Essas atividades proporcionam aos pacientes momentos de alegria, tirando-os da lembrança de que estão dentro de um hospital, minimizando suas preocupações e trazendo boas experiências com o contato com nossos amados cachorrinhos", afirma.

 

Para o Superintendente Médico do IMAS, Dr. Robson Schmitt, inovar na saúde passa sempre pelo bem-estar dos pacientes:

 

"Por isso, estaremos levando sempre aos hospitais administrados por nós esses queridos 'doutores caninos', que vêm contaminando nossos pacientes com sua alegria e energia. Eles adoram, principalmente as crianças, e é visível a melhoria do quadro de saúde sempre que recebem a visita dos cães especialmente preparados para essas vitoriosas Atividades Assistidas por Animais", finalizou.