“Eu respeito as leis de trânsito. Ando apenas dentro da velocidade permitida e sempre levo minha filha na cadeirinha”. Estas são as palavras da personagem Volantina Blemblem, habitante da cidade Xirimitatá. A história fictícia que envolveu os alunos da Escola Municipal Valentim João da Rocha, do bairro Vila Nova, foi contada pela equipe da Fundación Mapfre, durante a ação do programa Na Pista Certa, realizada no Sesc Comunidade do Vila Nova.

A ação acontece por uma parceria entre a Prefeitura de Joinville, através da Escola Pública de Trânsito de Joinville, e a Fundación Mapfre, uma instituição de origem espanhola que atua em 33 países.

A história é contada em uma estrutura móvel, dentro de um caminhão, equipado com uma pequena arquibancada e uma maquete giratória com duas cidades, uma em cada superfície, que são o palco da história contada por dois funcionários da fundação.

Com muita descontração e arrancando boas risadas das crianças, a história fala sobre a família Blemblem. Volantina é a esposa do senhor João Guidão Blemblem que, além de respeitar as leis de trânsito, utiliza a bicicleta para se deslocar por toda a cidade de Xirimitatá, evitando a poluição. A filha do casal, a Solinha Blemblem, anda a pé, sempre pela calçada e só atravessa pela faixa de pedestres. Os personagens são feitos de materiais reciclados.

Educação para o trânsito

A educadora infantil Daniele Guimarães Figueiredo Ramos, professora do 2º ano, que esteve presente nesta segunda-feira (26) com sua turma na ação, disse que a educação no trânsito deve iniciar ainda na infância, para que os cuidados se reflitam na vida adulta.

“Eles estão aprendendo não somente na teoria, mas também na prática e isto é bem importante para a criança, que precisa vivenciar isto. É desde pequeno que a gente educa. Eles estão aprendendo aqui hoje e vão levar para a vida”, comentou a educadora.“Respeitar o trânsito, as pessoas. O cuidado com a cidade, com as ruas, de como andar na calçada, respeitar as placas e sinalizações”, completou.

Para Ana Maria Dias da Costa, gerente da Escola Pública de Trânsito de Joinville, a parceria com a fundação é de grande importância para o ensino das crianças sobre os cuidados no trânsito.

Ana também destacou o papel da educação na formação de cidadãos mais conscientes. “É através da educação que nós vamos conseguir um trânsito melhor, um trânsito mais humano, mais respeitoso, mais paciente.”

Segundo Renato Ribeiro, coordenador pedagógico da Fundación Mapfre no Brasil, o programa Na Pista Certa nasceu na Espanha e se difundiu pela Europa até chegar ao Brasil, atingindo 19 estados.

“Aqui no Brasil nós nacionalizamos o projeto. Esta história do teatro é coisa nossa e ela passou pela ideia de que a pedagogia tem que ser divertida e o teatro móvel, dentro de um caminhão, é um atrativo”, conta Ribeiro, que também destacou os números da violência no trânsito.

“O trânsito é uma questão mundial. Hoje morrem 1,4 milhão de pessoas no trânsito todos os anos no mundo. No Brasil, é a maior causa de morte entre jovens de 14 a 29 anos. É pela educação que se transforma o mundo”, disse.

A ação segue no Sesc Comunidade do Vila Nova esta terça-feira (27). A partir desta quarta (28), o projeto vai levar as ações para o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) do bairro Aventureiro, e vai atender os alunos da Escola Municipal Senador Carlos Gomes de Oliveira e do Cei Namir Zattar.

A expectativa é alcançar 1.200 alunos com as ações até o final da semana, de acordo com a Prefeitura.

Com informações de assessoria de imprensa.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger