Os alunos do ensino fundamental da Escola Municipal Albano Kanzler, localizada no bairro Nova Brasília, em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, aceitaram o desafio de trabalhar cooperativamente para transformar pela arte a pintura de um dos muros da instituição. A ação integrou o Projeto de Educação Cooperativa (PEC), do Programa Cooperjovem, que é desenvolvido desde o ano passado na escola, numa parceria com a Cooper. O objetivo dessa criação coletiva foi trabalhar a transdisciplinaridade e a cooperação, sendo esta também a temática dos desenhos apresentados no muro.
O Cooperjovem é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), do qual a Cooper (Cooperativa de Produção e Abastecimento do Vale do Itajaí) é parceira. O objetivo do programa é desenvolver projetos e ações que contribuam para a educação e a cidadania cooperativistas nas escolas, envolvendo direta ou indiretamente professores, alunos, profissionais da área administrativa, pais e comunidade. Neste trabalho específico, a ideia foi apresentada pela professora Estela Maris Pereira de Souza, que leciona artes e desenvolveu a pintura durante quatro semanas, nas suas aulas. O projeto contou com apoio da professora Maria Lunelli, além de outros funcionários da instituição. Houve a participação de 320 alunos do 6º e do 9º anos e a pintura escolhida foi inspirada na obra “Abraço”, do artista plástico Romero Brito. “A escola estava sendo pintada e queríamos promover um clima diferente, mais acolhedor e alegre. O objetivo é que as pessoas que entram na escola e olham para a pintura sintam-se abraçadas”, afirma Estela. Este resgate de autoestima é muito importante, em especial na Escola Albano Kanzler, que neste ano foi alvo de ataque de vândalos, que destruíram vários equipamentos, materiais didáticos, uniformes e depredaram salas de aula e administrativas.