A felicidade nos olhos atentos era perceptível nos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) enquanto ouviam as explicações sobre compostagem na manhã desta sexta-feira (28), em Jaraguá do Sul.

A atividade interativa foi comandada pelo educador ambiental Marcus Vinicius Bona Negri, que explicou as práticas sustentáveis para os estudantes.

Antes mesmo da explicação ter início, os estudantes aguardavam ansiosamente pelos exercícios. O jovem Lucas Henrique Rosa nem mesmo esperou o instrutor começar as atividades para levantar muitas perguntas sobre o assunto entre os colegas de turma.

Ansiedade tomava conta do jovem Luis Henrique (Direita)

A vontade de aprender era unânime na turna. Para o estudante Lucas Henrique, a lição foi um reforço do que ele já aprende em casa. "Minha família tem o hábito de realizar essas práticas renováveis", conta.

De acordo com a orientadora pedagógica do Programa Educação e Trabalho da Apae Zilamar de Santana Pietharfki, o tema está sendo estudado em sala de aula e pela primeira vez os alunos puderam ver na prática como funcionam as técnicas aplicadas para estimular a decomposição de materiais orgânicos.

Na visão dela, este é um tema muito importante para ser trabalhado com os alunos da instituição. "É um assunto muito enriquecedor que vai estimular a consciência sobre o descarte correto", explica. "Tudo que iria para o lixo, eles estão aprendendo que dá para reciclar ou transformar em compostagem", comenta.

Um olhar diferenciado

A iniciativa de promover as aulas interativas sobre compostagem surgiu durante uma visita na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, onde conheceram melhor as iniciativas do vereador Anderson Kassner, um incentivador da prática.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

"Quando eles entraram na minha sala, viram uma reportagem do OCP sobre meu trabalho de incentivo à compostagem e ficaram interessados", explica. "Com isso, tivemos a ideia de trazer essas práticas para dentro da Apae", completa.

Anderson garante que o investimento em compostagem para o município seria de grande valia. "Além de ser uma solução criativa, pode gerar receita para a cidade com a venda do composto orgânico”, acredita.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger