Em 2021 tem acontecido fatores que tornaram o ano favorável para o Bitcoin e para todo o mercado de criptomoedas. A alta histórica do Bitcoin atingiu cerca de US$66.930.

Alguns deles colaboraram para que a criptomoeda ultrapassasse sua marca máxima registrada no mesmo ano, que em março era de US$60.000. Então, saiba o porquê do Bitcoin ter subido tanto em 2021.

A alta histórica do Bitcoin, a primeira e principal criptomoeda do mercado, foi atingida em outubro de 2021. O ativo teve influência de alguns fatores externos, sem contar a crise econômica mundial causada pela pandemia do novo coronavírus.

Essa pandemia foi o que causou a alta procura pelo ativo desde 2020, desde então, o Bitcoin vem sendo utilizado como uma reserva de valor e refúgio contra a alta inflação que gerou ao longo da crise.

Entretanto, a pandemia não foi o único e principal fato que influenciou o preço do BTC. Desde 2020, após o halving, o evento que acontece a cada 4 anos, que diminui pela metade a produção das criptomoedas, também causou a alta da criptomoeda.

Em 2021, a China baniu os mineradores de criptomoedas que causaram um alvoroço no mercado. Esses fatores têm influenciado para a procura e popularização da criptomoeda, além de incentivar a alta histórica do Bitcoin. Mas, a máxima de outubro de 2021 também envolveu o novo ETF da criptomoeda que estava em lançamento.

Um ETF é um fundo de investimento que representa outro ativo, atrelado pelo seu valor e sendo possível ser negociado na bolsa de valores, por exemplo. Um ETF do Bitcoin, significa que aquele a fundo de investimento terá como base os valores do Bitcoin.

Depois de 8 anos de espera o ETF ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO) foi o mais rápido a atingir cerca de US$1 bilhão de ativos sob gestão, tendo alcançado o valor em apenas dois dias. O que impulsionou, também, a criptomoeda.

O lançamento do primeiro fundo de investimentos lançado nos Estados Unidos, o BITO, resultou em uma série de conquistas marcantes, inclusive auxiliando atingir a alta histórica do Bitcoin em outubro de 2021 de US$66.930,00.

Além disso, o aumento dos investidores institucionais no mercado de criptomoedas faz com que o ativo cresça também. Grandes empresas como MicroStrategy investem bilhões em Bitcoin.

(H2) Como funciona o preço do Bitcoin

A criptomoeda tem seu preço determinado pela lei de oferta e demanda, portanto, quando a oferta é maior que a procura, os preços do Bitcoin acabam caindo. Assim, quando a procura é maior que a oferta, os preços da criptomoeda aumentam.

Mas, é possível comprar frações da criptomoeda. Portanto, 1 BTC equivale a 100 milhões de satoshis. Ao investir, por exemplo, R$50 em BTC, o investidor estaria comprando R$50 de satoshis.

Além disso, os investidores podem comprar Bitcoin com um valor mínimo de R$10 na Binance, podendo realizar a transferência via PIX, TED ou DOC, ou comprar usando cartão de crédito.

(H2) As Vantagens que impulsionam a alta histórica do Bitcoin

Contudo, as vantagens que a moeda proporciona também influencia a alta histórica do Bitcoin, afinal, o Bitcoin está sendo procurado por investidores por ser descentralizado, ou seja, não necessita da aprovação de governos ou instituições, o que torna a moeda mais atraente.

O Bitcoin pode ser considerado uma moeda global, pois quase todos os países já aceitam o BTC como forma de pagamento para transações no dia a dia. A criptomoeda pode ser usada sem burocracia e bloqueio de fronteiras do mercado internacional.

É possível realizar transações internacionais com mais facilidade e sem taxas de conversão, já que seu valor é o mesmo em todos os países.

Além disso, a criptomoeda possui um limite a ser emitido. A quantidade de Bitcoins existentes é controlada, vão emitir apenas cerca de 21 milhões de BTC, com isso, a moeda se torna mais popular.

Afinal, diferente do dinheiro, em que na pandemia os governos acabaram imprimindo mais dinheiro para aquecer a economia e acabou gerando mais inflação, o BTC é um refúgio da inflação, o que acaba influenciando na procura da moeda e proporcionando o alcance da alta histórica do Bitcoin.

Por fim, comprar bitcoin é bem mais fácil, pois não exige milhares de documentações como abrir uma conta em um banco tradicional, por exemplo. Para comprar BTC, basta escolher uma exchange de sua preferência e iniciar o cadastro.

Muita gente também prefere fazer trading com robôs de criptomoedas como o Bitcoin Bank. Essa forma de trading, no entanto, não é recomendada, pois não se pode saber se o Bitcoin Bank é confiável.

No processo de cadastro terá que enviar os documentos, mas será de um modo bem mais fácil e acessível. O importante é ficar atento para as opções de manter a segurança da conta.

Na Binance o usuário encontra as menores taxas e pode começar a investir com apenas R$10. E para ter mais confiança para começar a investir, confira os conteúdos disponíveis no blog.

Veja esses outros 2 artigos que vão te auxiliar a compreender melhor o mercado das criptomoedas para você começar a investir com segurança: