O contato via WhatsApp disponibilizado para informações sobre descumprimento do decreto contra o coronavírus em Criciúma recebeu 231 denúncias em dez dias de funcionamento.

A ferramenta está auxiliando a abordagem dos órgãos responsáveis na fiscalização de normas sanitárias estabelecidas em decretos e portarias estaduais e municipais.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco, as principais informações recebidas de descumprimento são de aglomerações e festas particulares.

“É fundamental que as pessoas adotem essas medidas para a prevenção ao contágio pelo coronavírus. São regras de distanciamento social, uso de máscaras e higienização que permitem a continuidade das atividades durante a pandemia”, comenta.

Interditado

Durante as fiscalizações, o órgão já notificou mais de 20 estabelecimentos de diferentes seguimentos e cinco foram interditados.

"Pedimos mais uma vez que a população esteja consciente de que estamos passando por um momento delicado. Recebemos um número de denúncias excessivo, pois muitas pessoas ainda não entenderam a gravidade desse vírus”, frisa Bucco.

Além do WhatsApp para denúncias no (48) 9.99193-6259, as informações podem ser repassadas pelo aplicativo PMSC Cidadão, no 190, para a Polícia Militar, ou no 199, para a Defesa Civil.


Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul