A paralisação dos caminhoneiros segue pelo país e, em Joinville, além dos postos de gasolina fechados e de tanques de carros vazios, o aeroporto Lauro Carneiro de Loyola começa a sofrer as consequências. O aeroporto ficou sem combustível na noite de sexta-feira (25) e voos podem ser cancelados nos próximos dias.

AO VIVO: acompanhe a paralisação dos caminhoneiros em SC

Em princípio, apenas aeronaves que tiverem combustível suficiente para voltar aos locais de origem devem pousar na cidade.

A recomendação da Infraero é de que os passageiros entrem em contato com as companhias aéreas antes de se deslocarem até o aeroporto para verificar a viabilidade de decolagem.

Até sábado, 14 aeroportos do país declararam estar sem combustível. São eles: Joinville, Carajás (PA), São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Palmas (TO), Goiânia (GO), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Vitória (ES) e Petrolina (PE).