Em Blumenau, as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, agente causador de doenças como a dengue e a febre amarela, ganharam um importante aliado: o 23º Batalhão de Infantaria (23º BI).

Nesta segunda-feira (1), os soldados do Exército começaram a acompanhar os agentes de endemias da Prefeitura nas visitas às residências da cidade, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de eliminar os criadouros do inseto.

As visitas domiciliares iniciaram na região Norte, no bairro Itoupavazinha, onde há grande concentração de focos do mosquito. As abordagens ocorrem com a entrega de material informativo. Há duas semanas, os soldados participaram de uma palestra de capacitação com as informações de como evitar os criadouros do vetor.

Atualmente, Blumenau tem 199 focos do mosquito, número considerado baixo quando comparado com outros municípios da região. Neste ano, foram registrados seis casos importados de dengue na cidade e um total de 987 em Santa Catarina, de acordo com a Diretoria do Estado de Vigilância Epidemiológica (DIVE).

Quer receber as notícias no WhatsApp?