O Núcleo de Voluntariado Corporativo da Acijs (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul) está preparando uma nova ação para valorizar os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente do combate a Covid-19.

Em torno de 90 crianças e adolescentes, filhos dos colaboradores das nove empresas que fazem parte do núcleo, foram convidados a criar desenhos para serem entregues de forma virtual aos funcionários dos hospitais do município e da Secretaria Municipal de Saúde.

“Todos os médicos, enfermeiros e demais equipes da saúde estão atuando incansavelmente e lidando com uma carga de tensão emocional intensa, buscando o melhor para todos nós jaraguaenses. Esses profissionais estão na linha de frente contra o coronavírus trabalhando muito, com toda a dedicação, força e garra”, destacou o núcleo, em nota.

Sarah desenhou os médicos recebendo reconhecimento. Foto: Arquivo Pessoal

Uma das jovens que participou foi Sarah Martins, 14 anos. Ela expressou toda sua habilidade com o lápis desenhando uma equipe de saúde sendo reconhecida pela população.

Segundo ela, a ideia foi representar a gratidão de todos. “Quis demonstrar o quanto a atitude deles representa para nós. Espero que quando estiverem cansados, lembrem que estamos aqui torcendo por eles e fazendo a nossa parte”.

O pai da Sarah, Arduino Martins, 41 anos, diz o quanto foi gratificante ver uma ação para reconhecer o trabalho e dedicação dos profissionais de saúde.

“Esta atividade nos fez refletir sobre a nossa missão como pais, que é ensinar e demonstrar através do exemplo para os nossos filhos, os valores e atitudes que contribuem e são adequadas para a vida em sociedade”.

Criar um desenho também sensibilizou Rosilene Raasch, 30 anos. Quando soube da ação, quis participar e começou a bolar uma forma de incluir o pequeno Ramon de Paiva, 2 anos. Como ele ainda não consegue desenhar, teve a idade de fazer uma pintura com as mãos.

Rosilene pensou em uma pintura para incluir o pequeno Ramon. Foto: Arquivo Pessoal

“Estamos desde o início da pandemia em casa, enquanto tantos profissionais estão na linha de frente, justamente para cuidar das nossas vidas e para termos essa opção de nos cuidarmos em casa”, comenta. “Então tive a ideia de usar a pintura das mãos dele para representar todas as mãos desses profissionais que estão lutando para cuidar de nós”.

Desenho feito por Ramon e a mãe. Foto: Reprodução

Rosilene conta que, apesar da pouca idade, Ramon adorou pintar para os "titios" e “titias” que cuidam da saúde de todos.

“Sinto que isso será representação de toda gratidão que temos com eles, por estarem se arriscando por nós, todos os dias e espero que essas cartas sejam combustíveis para dar um gás nesse momento, que ainda precisamos tanto deles”, ressalta a mãe.

Criado em outubro de 2020, o núcleo reúne as empresas Agricopel, Bold, Duas Rodas, FIESC (Sesi/Senai), Hospital São José, Indumak, Instituto Malwee, Malwee, e WEG.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp