Aberta a temporada das dietas milagrosas?!

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 04:00 - 29/09/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Nos últimos tempos tem-se debatido muito sobre os programas de emagrecimento rápido. Assim como 54% dos brasileiros que se encontram acima do peso, é claro que muitos precisam buscar ajuda para ter um peso saudável. Infelizmente, nós ainda temos a genética do homem das cavernas, quando não havia alimento e era preciso correr atrás da comida. Quando tinha fartura comiam excessivamente para conseguir se manter no período de escasses e então guardavam o excedente na barriga. Os excessos o corpo entende que precisa guardar na forma de gordura para momentos de necessidade. Hoje temos oferta de alimentos e não precisamos gastar tanta energia para buscá-lo, o resultado é o sobrepeso! Muitos procuram resultados imediatistas e esquecem que precisam reeducar hábitos e aprender a lidar com esta grande oferta de alimentos. Você abre uma revista, liga a TV ou acessa a internet e logo recebe uma enxurrada de dietas milagrosas. Prometem perda de peso rápida, muitas vezes substituindo refeições por alimentos específicos e práticos. Fique de olho em dietas radicais, elas emagrecem no começo e depois vem a compulsão. Dietas restritivas são importantes em momentos específicos, mas não reeducam! Podemos citar algumas. Dieta Paleolítica: Se baseia na exclusão dos grãos, principalmente do trigo e todos os produtos processados. Carnes, hortaliças, frutas, sementes e castanhas formam a base do cardápio. A falha está na carência de carboidratos que resulta na falta de algumas vitaminas e de energia , já que carboidratos são a base para energia muscular. Um ponto bem importante é que tudo gira em torno do natural e menos industrializado. Dieta de Dukan: Foi desenvolvida pelo francês Pierre Dukan que se fundamenta no consumo de proteínas e vegetais. Realmente emagrece, mas é muito restritiva e intolerante com os carboidratos, leva a muitos distúrbios de humor, irritabilidade, ansiedade e sintomas depressivos. Ponto positivo é a valorização do farelo de aveia. Dieta glúten-Free: Valoriza a retirada de uma proteína presente no trigo, centeio, cevada , o glúten . Com a retirada sai a carga inflamatória do excesso de consumo de glúten. A pessoa desincha, melhora o metabolismo e a digestão, mas não necessariamente a gordura. Pois alimentos sem glúten também têm muitas calorias e muitos deles índice glicêmico alto.Esta dieta é de suma importância para celíacos e sensíveis ao glúten, mas para a maioria das pessoas não é necessário essa exclusão total para perder peso. Dieta do HCG: Proíbe amido, açúcar e vegetais . Além disso é preciso aplicar injeções periódicas do hormômio gonadotrofina cariônica humana (HCG). Esta substância é produzida pelo corpo da mulher quando gestante e serve para interromper a menstruação durante os nove meses de desenvolvimento do bebê. Entretanto o uso desta substância para fins de emagrecimento não é recomendada por nenhuma sociedade científica no mundo. Outro exemplo são dietas baseadas  somente em  líquidos ou à base de shakes que  prometem milagres e apesar de alguns serem balanceados nutricionalmente, com a quantidade suficiente de carboidratos, gorduras, proteínas e vitaminas, foram elaborados para substituir apenas uma refeição por dia. Logo seu organismo dará sinais de carência nutricional e por consequência vem o efeito sanfona. Mas se muitas dietas falham ou não surtem um efeito duradouro, o ideal é procurar um emagrecimento consciente  e sustentável dentro de um plano alimentar baseado em mudanças no estilo de vida, que envolve exercícios, respeito ao sono e melhora do estresse. Para um resultado duradouro, o ideal  é  seguir  uma dieta equilibrada. Procure a ajuda de um profissional adequado. Sua saúde agradecerá por comer mais saudável, pois já está provado que de dez doenças que mais matam no mundo, cinco estão diretamente associadas a uma dieta de má qualidade: obesidade, infarto, derrame, diabetes e câncer. A boa alimentação favorece o metabolismo, o sono, a regularidade do intestino, controla os radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento celular. Até seu humor pode ser modulado. Comer apenas diet ou light não lhe garante emagrecimento, pois desde que surgiram, o mundo deveria estar magro, no entanto a obesidade tem se tornado uma epidemia.  Para um resultado duradouro, deve-se seguir uma dieta equilibrada que combine ao ambiente e à genética de cada um, e transforme o ato de comer numa experiência agradável!
×