Não há mais estoque de gás de cozinha em Santa Catarina. A informação foi repassada por Jorge Magalhães de Oliveira, presidente executivo do Sinregás (Sindicato dos Revendedores de Gás), na tarde desta segunda-feira (28).

Em Joinville, as distribuidoras já haviam alertado a falta de estoque e, segundo Oliveira o estado inteiro está na mesma situação. “Eu não posso precisar porque sempre tem algum ponto que pode ter um pouco de gás, mas o estado está quase que 100% sem gás”, garante.

Ele explica que o gás utilizado no estado é oriundo de Araucária, no Paraná, e devido à paralisação, não é possível transportar gás para Santa Catarina. “Neste momento, a situação é caótica”, destaca.

Sem boas perspectivas em curto prazo, o presidente do Sinregás alerta que a greve de 72 horas anunciada pela FUP (Federação Única dos Petroleiros), que deve iniciar na próxima quarta-feira (30), deve agravar ainda mais a situação catarinense.

Ele recomenda ainda que a população, na medida do possível, limite o uso do gás de cozinha. “O que nós recomendamos hoje é que a população use, dentro do possível, o máximo de substitutivo”, finaliza.

Com os estoques zerados, Oliveira recomenda o uso de fornos elétricos e dispositivos que não necessitem do gás.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp? 

Região de Jaraguá do Sul. Clique aqui

Região de Joinville. Clique aqui

Região de Florianópolis. Clique aqui