Alterações no título e o cadastramento biométrico devem ser feitos até o dia 9 de maio em Santa Catarina. O eleitor tem essa data para regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral. Quem não cumprir o prazo, fica impedido de votar nas eleições deste ano, ocupar cargos públicos e também enfrenta restrições para renovar o CPF e passaporte. O cadastramento biométrico é obrigatório em 61 municípios do Estado e cerca de 70% dos eleitores já fizeram o procedimento. Em Santo Amaro da Imperatriz quase todos os eleitores registraram a digital. E em Ermo, apenas 75% até agora. O atendimento foi reaberto em novembro de 2016 e seguiu até o dia 10 de abril de 2018. No período, cerca de 1,7 milhão de catarinenses procuraram a Justiça Eleitoral para a criação do título, cadastramento biométrico, mudança de domicílio e alteração de dados. Os documentos necessários para fazer o título eleitoral ou o cadastramento biométrico são o documento de identidade com foto, comprovante de residência dos últimos três meses e o certificado militar, para homens maiores de 18 anos.