A empresa portuguesa Teixeira Duarte, responsável pela obra de recuperação da Ponte Hercílio Luz iniciou a retidada da estrutura de treliça central de apoio do principal cartão postal de Florianópolis.

A ligação entre Ilha e Continente será reaberta para o tráfego no dia 30 de dezembro deste ano.

1 – Retira por módulos

Foto Ricardo Wolffenbüttel/Secom

A primeira parte do trabalho, feito por módulos, deve ser concluída neste fim de semana, se as condições climáticas forem favoráveis.

2 – Cinco partes nos 349 metros

Foto Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Nos 349 metros do vão central, em 2015 e 2016, foram instalados cinco módulos de treliça entre as estruturas definitiva e provisória para auxiliar na sustentação da Ponte durante a obra de restauração.

3 – Retirada por balsa com guincho

Foto Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Cada módulo tem cerca de 80 toneladas e a retirada é feita por balsa com guincho. Até a primeira quinzena de dezembro serão removidas mais duas peças. Para início de 2020, está prevista a retirada dos últimos dois módulos

4 – Limpeza e pintura

Além dos trabalhos estruturais da ponte, estão sendo feitos serviços de limpeza e pintura. Atualmente, 480 funcionários trabalham na obra de restauração da Ponte Hercílio Luz. Destes, 120 atuam exclusivamente na pintura de toda estrutura.

5 – Volta ao formato original

Assim, aos poucos, a Velha Senhora ai voltando ao seu formato original e a partir de 2020 será mais opção para desafogar o já caótico trânsito da Capital catarinense.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger