Um dos grandes desafios de ter um carro, é saber a hora de trocar os pneus.

Além de ser proibido por lei, ao conduzir um veículo que está de pneus carecas, você acabar colocando em risco a sua segurança e a de todos ao seu redor, já que a probabilidade de acontecer um acidente aumenta consideravelmente.

Afinal, como saber quando trocar os pneus?

Veja abaixo as dicas infalíveis que te darão a certeza de que passou da hora de trocar os pneus do seu automóvel!

Verifique os sulcos do pneu

Os sulcos são as linhas mais centrais da roda. Uma das funções dos sulcos é, em dias de chuva, expelir a água por debaixo dos pneus, garantindo mais estabilidade na hora da freada e evitando a famosa aquaplanagem.

Foto Divulgação

O sulco normalmente é mais baixo do que as bandas de rodagem. Se você verificar que o sulco está no mesmo nível que o resto do pneu, isso indica que ele deve ser trocado.

Faça o teste da moeda

Não consegue ver o desgaste pelo sulco? Use uma moeda de R$ 1 para tirar a dúvida! Coloque entre os sulcos, se a margem dourada da moeda desaparecer, quer dizer que seu pneu ainda está em condições de uso.

Foto Divulgação

Porém, se a parte dourada da moeda ficar aparecendo quer dizer que o pneu já pode ser trocado. Quando mais a parte dourada aparecer, mais urgente será a troca.

Tenha um paquímetro

Essa não é bem uma dica, mas se você quiser estar 100% seguro, compre um paquímetro.

Foto Divulgação

Se trata de um instrumento que mede com precisão a variação de profundidade dos pneus e pode ser encontrado a preços bem acessíveis.

Troque o pneu pelo menos de 6 em 6 anos

Se você é daqueles que não anda muito de carro, saiba que até o pneu tem data de validade. Se quiser saber onde fica, é só procurar pela inscrição “DOT XXXX XXXX (SSAA)”.

Foto Arquivo OCP News

Sendo que SS corresponde ao número da semana e AA ao ano de fabricação do pneu. Caso perceba que ele já passou de 6 anos, chegou a hora de trocá-lo.

Fatores que indicam que os pneus podem estar gastos

Em cada automóvel e sua respectiva condução, existem determinados sinais que indicam ao condutor que os pneus podem estar gastos e a necessitar de serem substituídos. São eles:

Desalinhamento

Na sua marcha, o veículo parece estar desalinhado e o automóvel parece que descai para um dos lados.

Este é um dos fatores que está associado ao desgaste dos pneus e condiciona o funcionamento de outras peças, conduzindo ao aumento do consumo de combustível.

Volante irregular

Quando o volante tem uma vibração invulgar. Esta vibração é explicada pelo desgaste que os pneus possam ter, ou pela pressão incorreta que os mesmos têm.

O volante parece sentir cada obstáculo que os pneus encontram na estrada.

Dificuldade para frear

Quando o tempo da distância de frenagem é maior. Se os pneus estão gastos, a aderência ao piso não é efetuada e isso conduz a uma maior distância de frenagem.

Fontes: Carburado e Almogadelas