Os canteiros, trevos e praças de Jaraguá do Sul começaram a ficar mais coloridos e floridos nos últimos meses. Desde junho, sete empresas são responsáveis por cuidar e embelezar 11 lugares da cidade e esse número vai aumentar no dia 28 de agosto, com a entrada de 16 novos integrantes do Programa Adote o Verde, instituído pela Prefeitura.

Logo no primeiro edital, a Praça Rippa escolheu três lugares para cuidar, um no Jaraguá Esquerdo e dois no Centro. Segundo o idealizador do local Natan da Cunha, a própria equipe da Praça Rippa está trocando as plantas em mal estado, fazendo a poda e plantando novas flores.

Natan afirma que na praça do final da rua João Planinshek, já foi colocado dois novos bancos e sua ideia é instalar uma mesa de jogo de xadrez. A expectativa, é que no início de setembro o jardim esteja finalizado para começar a florir na primavera.

"A ideia é tornar um lugar bonito e aconchegante. Não é só pegar uma praça para fazer propaganda, eu quero colaborar com o município", enfatiza.

Além de envolver toda a equipe da Praça Rippa, Natan também levou os filhos, Miguel e Joaquim, de quatro e três anos, para colocar a mão na massa. Ele conta que os pequenos colaboraram para preparar o jardim para a comunidade.

O casal proprietário da empresa Figueira Toldos e Tendas, Helena e Pedro Vieira, está cuidando de um canteiro na rua José Theodoro Ribeiro, no bairro Ilha da Figueira. Helena destaca que o local já recebeu uma repaginada com mais flores, principalmente nas beiradas do canteiro.

"Nosso objetivo é ajudar a conservar da cidade e sugerir a outros empresários que tomem a mesma atitude. Se cada um fizer um pouco, a gente consegue deixar Jaraguá ainda mais bela", destaca.

Helena afirma que tem a intenção de enfeitar o canteiro nas datas comemorativas e eventos que acontecem no município. "Queremos fazer algo que lembre a Schützenfest e colocar bandeiras para o 7 de setembro, por exemplo", explica.

A empresa de Helena está cuidando de uma praça no bairro Ilha da Figueira | Foto Eduardo Montecino/OCP News

 

 

Novos participantes

No começo do mês, a Prefeitura encerrou o segundo edital do programa e 17 novos locais foram adotados. Como a Malwee e o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) adotaram duas áreas cada um, o Programa Adote o Verde já atingiu 28 dos 57 locais existentes para adoção na cidade.

"A assinatura do contrato do último edital será na quarta-feira (28). O outro edital deve ser aberto somente no início do próximo ano", conta a gerente de atendimento ao cidadão, Maria Elisabeth Borba.

O secretário Municipal de Planejamento e Urbanismo Eduardo Bertoldi, destaca que é muito importante o envolvimento das empresas e da comunidade na preservação e manutenção das áreas verdes da cidade.

"Quando a comunidade está envolvida todos ganham. O propósito do programa é fazer com que as famílias possam usufruir desses locais para que tenham a opção de um momento de lazer", afirma Bertoldi.

O programa tem como objetivo envolver a comunidade no cuidado com os espaços públicos e ao mesmo tempo minimizar o orçamento municipal destinado à manutenção dessas áreas. O contrato geralmente é de três anos, com fiscalização mensal a fim de garantir o cumprimento dos quesitos acordados.

Números do Adote o Verde:

  • 28 locais adotados;
  • 22 pessoas jurídicas;
  • Uma pessoa física;

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger