Durante o mês de julho, 25 pessoas vão ilustrar  a campanha “Temos 25 motivos para sorrir”, que o Grupo Breithaupt está desenvolvendo em parceria com a Rede OCP News e a 105 FM. O objetivo da série é contar as histórias de pessoas que compartilham o mesmo dia de aniversário com Jaraguá do Sul: 25 de julho. Confira!

O jeito doce e ao mesmo tempo entusiasta de Mariluci Coltro pode, em um rápido olhar, deixar passar despercebido a força e perseverança desta gaúcha de 55 anos.

Nascida em Barão de Cotegipe, cidadezinha de seis mil habitantes da região do Alto Uruguai, no Rio Grande do Sul, a cirurgiã dentista e mãe acabou encontrando em Jaraguá do Sul uma cidade para prosperar e criar os filhos.

Formada em Odontologia em Santa Maria (RS), em 1988, Mariluci veio à Jaraguá do Sul no ano seguinte, aos 27 anos, em busca de um mercado para sua profissão.

Em seu consultório, no centro da cidade, a profissional lembra que no início da carreira em Jaraguá do Sul o cenário da odontologia era bastante diferente, assim como a própria cidade.

“Jaraguá do Sul era uma cidade com duas ruas maiores, algumas outras periféricas e tudo acontecia naquele espaço”, relembra.

Aos poucos, Mariluci viu a cidade crescer, assim como buscou acompanhar essa mudança, que a exigiu cada vez mais que se especializasse e se renovasse como profissional.

Em busca de especialização

Depois do curso superior em Odontologia, Mariluci partiu para outras especializações, tornando-se cirurgiã dentista e especialista em implantodontia.

“Na faculdade as pessoas diziam ‘ah tu vai fazer o que, pediatria?’, porque mulher [ligavam à] pediatria, ou ortodontia, e daí eu dizia, ‘não, eu vou fazer cirurgia’, difícil, a corajosa”, brinca.

Mas seu interesse por fazer “coisas diferentes”, ainda quando criança, acabou lhe revelando também outras possibilidades na profissão.

Desde pequena, Mariluci pintava, fazia modelagens e esculturas, sempre ligada à área artística.  Essa habilidade estética acabou norteando sua carreira para a área da estética dental e há cerca de dois anos se especializou em harmonização orofacial.

Hoje, Mariluci se considera uma profissional de sucesso, realizada na profissão, que a permite também trabalhar com o lado humano dos seus pacientes. “Amo o que eu faço”, declara-se.

Mulher e mãe forte

Mas os desafios de Mariluci foram, e continuam indo, muito além da profissão. Por volta dos 30 anos, a odontóloga se viu em um momento difícil de sua vida, ao lado do filho mais velho, Mateus, de 25 anos, que na época tinha cerca de quatro anos, conta.

Mariluci em família, ao lado dos filhos César (E) e Mateus (D), acompanhada do esposo, Jorge | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Mariluci em família, ao lado dos filhos César (E) e Mateus (D), acompanhada do esposo, Jorge | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para ela, Jaraguá do Sul é uma cidade que “aceita” as mudanças de fases que cada pessoa passa pela vida, mas também é uma cidade que exige e cobra de cada um.

“Nós temos que ser fortes aqui em Jaraguá, eu vejo que tive que ser forte, tive que trabalhar muito, chegava no consultório 7h da manhã e saía 21h, trabalhava muito porque a mulher jaraguaense trabalha muito, e tem filhos e tem casa, e dá conta, e eu também tive que dar conta”, relata.

Mariluci chegou a pensar em deixar a cidade, mas a tranquilidade, os valores e oportunidades de Jaraguá do Sul pesaram em sua decisão. “Era mais importante que meu filho tivesse segurança, que tivesse uma boa educação”, diz ela.

Também vinda de uma cidade pequena, de uma colônia italiana-polonesa, foi justamente essa atmosfera e cultura de cidade provinciana que Mariluci diz ter encontrado em Jaraguá do Sul.

“Eu sou de uma cidade bem pequenininha e Jaraguá do Sul me acolheu dessa forma, como uma cidade pequena, mas ela era promissora, eu vim por ser promissora, uma cidade de pessoas que trabalham, que tem aquela coisa da honestidade, do trabalho, e isso foi muito bom para mim, para eu educar meus filhos”.

Para Mariluci, a família é a base de tudo, e essa é a educação e mensagem que quer deixar para os filhos | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Para Mariluci, a família é a base de tudo, e essa é a educação e mensagem que quer deixar para os filhos | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Além de Mateus, que cursa Medicina em Curitiba, Mariluci tem o caçula Carlos, de 11 anos, com o marido Jorge Vasconcelos, com quem é casada há 15 anos.

Para a odontóloga, ao mesmo tempo em que a cidade consegue acompanhar a evolução do mundo e hoje oferta aos jovens novas possibilidades – são diversas faculdades no município, por exemplo, observa Mariluci -, Jaraguá do Sul ainda consegue manter as tradições, principalmente na valorização dos laços familiares.

Para ela, a família é a base de tudo e essa é a mensagem e educação que Mariluci busca passar para seus filhos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?