Contar histórias de pessoas que compartilham o mesmo dia de aniversário com Jaraguá do Sul: 25 de julho. Esse foi o objetivo da campanha “Temos 25 motivos para sorrir”, que o Grupo Breithaupt desenvolveu em parceria com a Rede OCP News e a 105 FM.

Jaraguaenses por nascimento ou de coração, essas pessoas mostraram como se relacionam com a cidade, suas lutas, conquistas e sonhos. Agora, é vez de evidenciar o futuro.

Nascida às 9h09 desta quarta-feira (25), dia do aniversário de 142 anos de Jaraguá do Sul, Alice de Moraes Conti não só é a caçula da família como possui diferença de 12 anos da irmã do meio, Júlia, e 17 da mais velha, Camila.

Filha do casal Gislane Andreia, 38 anos, e Adilson João, 44, ela chegou ao mundo pesando 3,320 quilos e medindo 47 centímetros de comprimento. A mãe, artesã, conta que a gestação foi tranquila e a pequena nasceu de parto normal. Estava nos planos do casal ter mais um filho, mas a gravidez foi surpresa.

Pequena é filha de Gislane e Adilson | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Pequena é filha de Gislane e Adilson | Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Acho que por causa de todas as diferenças das outras gestações, devido à idade e o tempo ter passado, eu já estava sem prática, então o parto foi um pouco mais sofrido. Mas, graças a Deus, deu tudo certo”, conta Gislaine.

Feriado todo ano

A mãe brinca que  em todo o aniversário de Alice será feriado e, portanto, não tem como deixar de fazer festa nos próximos anos. Um dia que será sempre muito celebrado.

O casal se instalou no município há 20 anos e as três filhas são jaraguaenses, nascidas no Hospital e Maternidade Jaraguá, pelas mãos do médico Dagoberto Quadros Royes. Gislaine agradece pelo atendimento recebido, pois, segundo ela, toda a equipe é muito atenciosa e dedicada.

Alice vai comemorar o aniversário sempre junto com Jaraguá do Sul | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Alice vai comemorar o aniversário sempre junto com Jaraguá do Sul | Foto Eduardo Montecino/OCP News

No futuro, o casal sonha com uma cidade cada vez melhor para Alice e as irmãs viverem. Gislaine ressalta que sempre foi muito bem acolhida em Jaraguá do Sul, em todos os segmentos, bem como seu marido, que é caminhoneiro. Ela veio do Paraná e ele, do Oeste Catarinense.

“Na área da educação, na área da saúde, sempre fui muito bem atendida. As minhas filhas frequentam escola pública e sempre tiveram professores maravilhosos. Então, o que eu almejo é que continue essa tranquilidade que Jaraguá tem, essa segurança”, destaca a mãe.

Quer receber as notícias no WhatsApp?