A esperada final da Conferência Oeste está definida. Na noite de terça-feira (8), os dois times que já estavam com a vantagem confirmaram o favoritismo e despacharam os adversários. Golden State Warriors e Houston Rockets, os dois melhores times da temporada regular na Conferência se enfrentam na próxima segunda-feira (14) pelo primeiro jogo da série.

Em Oakland, o trabalho coletivo dos Warriors fez a diferença mais uma vez. Com um elenco equilibrado e recheado de peças importantes, o time da Califórnia garantiu a vitória por 113 a 104 em noite inspirada dos “Splash Brothers” Stephen Curry e Klay Thompson, de Kevin Durant e também de Draymond Green que flertou com o triplo-duplo.

Cestinha do time na partida, Curry marcou 28 pontos, além de sete rebotes e oito assistências. Thompson garantiu 23 pontos, Durant 24 e Green conseguiu o duplo-duplo com 19 pontos, 14 rebotes e chegou perto do triplo-duplo com nove assistências.

O time de New Orleans contou com uma bela noite do astro Anthony Davis e de Jrue Holiday, mas o bom trabalho não foi suficiente para segurar os atuais campeões da NBA. Davis terminou a partida com 34 pontos e 19 rebotes. Já Holiday chegou ao triplo-duplo com 27 pontos, 10 rebotes e 11 assistências.

Apesar do susto após um choque entre Rajon Rondo e Stephen Curry, que deixou o “brinquedo assassino” sangrando, o jogo começou a entrar nos trilhos para os Warriors que sofreu com muitos erros no início da partida.

A vantagem foi aberta com naturalidade e o time de Steve Kerr garantiu, mais uma vez, vaga na final da Conferência ao fechar a série em 4 a 1.

Em noite de gala de Chris Paul, Rockets batem Jazz e chega a final da Conferência Oeste

Chris Paul entrou em quadra decidido a brilhar na noite de terça-feira (8). Com 41 pontos, sete rebotes e 10 assistências, além do duplo-duplo, CP garantiu a vitória dos Rockets por 112 a 102 sobre o Utah Jazz, fechando a série em 4 a 1 e carimbando a passagem para a final.

Além de Chris Paul, PJ Tucker e James Harden foram fundamentais na vitória com 19 e 18 pontos, respectivamente.


Chris Paul comandou o Houston Rockets na vitória que garantiu a classificação

Do lado do Jazz, mais uma vez, o calouro Donovan Mitchell mostrou porque é uma sensação na NBA e anotou 24 pontos, com quatro rebotes e nove assistências, mas assustou os torcedores do time ao deixar a quadra antes do fim da partida, com ajuda para andar. Sem Ricky Rubio, lesionado, o Jazz contou ainda com os 22 pontos de Alex Burks e os 17 de Royce O’Neale para tentar frear o Houston. Sem sucesso.

Os Rockets fecharam a série e agora tem uma dura missão pela frente: enfrentar o Golden State Warriors, atual campeão da NBA, na final da Conferência Oeste.

O jogo acontece na próxima segunda-feira (14), às 22h, horário de Brasília.