Preso na semana passada sob a acusação de violência doméstica e danificação de veículo, nos Estados Unidos, Jon Jones se pronunciou pela primeira vez após a nova polêmica.

Nas redes sociais, o ex-campeão do UFC postou uma foto em que aparece treinando em uma academia e com várias mensagens sobre problema com álcool e a vontade em transformar a vida.

"Eu tenho muito trauma em consumir álcool. Meu cérebro simplesmente não consegue mais lidar com isso. Eu vou deixar o álcool no meu passado para sempre"

"Agora é hora de trabalhar mais duro do que nunca"

"Transformar esse pesadelo na melhor coisa que já aconteceu na minha vida"

"O que o diabo significa para o mal, Deus significa para o bem"

"De volta para os trilhos"

O site americano “TMZ” deu detalhes sobre o boletim de ocorrência envolvendo a última confusão do lutador.

Ele teria puxado a noiva, Jessie Moses, pelo cabelo, e deu uma cabeçada em uma viatura policial no ato de sua detenção.

Jones ficou detido menos de 24 horas e foi liberado após pagar uma fiança de R$ 43 mil.

Essa não é a primeira vez que Jon Jones tem problemas com a lei. O mais recente foi em março de 2020, quando ele foi preso por dirigir embriagado e por uso negligente de arma de fogo, em Albuquerque, Novo México.

Outras duas vezes foram por conta de acidentes com automóveis e mais uma como acusado de molestar uma dançarina em uma casa noturna.