Após o sucesso da Apan, que em 2019 conseguiu retornar para a elite do voleibol masculino brasileiro, chegou a vez das meninas de Blumenau tentarem cravar o seu espaço entre os melhores times da modalidade no país. Para isso, o Bluvolei confirmou a sua participação na próxima edição da Superliga B, considerada a segunda divisão nacional.

Por ter sido vice-campeã da Superliga C no ano passado, a equipe blumenauense herdou a vaga do AGEE (SP), que desistiu de disputar a competição. A estreia no campeonato ocorre já neste sábado (25), às 19h30, contra o Brasília Vôlei, em Brasília.

Na segunda rodada, no dia 1º de fevereiro, o Bluvolei volta a jogar fora de casa, diante do Sport (PE). O primeiro confronto em Blumenau está marcado apenas para o dia 8 de fevereiro, contra São José dos Pinhais (PR), provavelmente no Ginásio Galegão.

A equipe que irá representar o vôlei feminino de Blumenau é composta, em sua grande maioria, por atletas formadas nas categorias de base do clube.

 

“Apesar de termos um elenco jovem e uma infraestrutura enxuta em comparação às equipes adversárias, nosso time está motivado e muito honrado de poder representar Blumenau, pela primeira vez, em uma competição tão importante para o voleibol brasileiro”, destacou o técnico Luiz Henrique Mercante da Silva.

 

A sétima edição da Superliga B Feminina contará com oito clubes em busca do título. Santa Catarina terá ainda mais dois representantes: Itajaí e Chapecó. O campeão e o vice-campeão garantem o acesso para a Superliga 2020/2021.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger