Vídeo: TV Globo terá que indenizar goleiro por reprisar ‘frango’

Foto: Reprodução

Por: Lucas Pavin

16/10/2023 - 18:10

A Rede Globo perdeu um processo do goleiro Alexandre Cajuru e foi condenada a pagar R$ 30 mil ao atleta de 31 anos por ter ‘reprisado excessivamente’ uma falha do arqueiro na programação do Sportv.

O lance aconteceu em 2020, quando Cajuru ainda atuava pelo CSA, de Alagoas, em um jogo contra a Ponte Preta, pela Série B do Brasileirão, e não segurou uma bola tranquila que havia sido chutada de longe.

Na ocasião, o time alagoano perdeu a partida por 2 a 1, e o SporTV inseriu um programa em sua grade que chamava: “Os Vacilos dos Goleiros do Brasileirão”. Por conta disso, Cajuru acredita que sua carreira tenha sido eternamente prejudicada pela emissora.

“Após o massacre que a emissora proporcionou, o autor [do processo] não conseguiu renovar seu contrato e tem tido muitas dificuldades para conseguir contrato com equipes da 1ª divisão”, disse o advogado do jogador ao portal Uol.

O processo foi aberto no ano passado. Nele, o goleiro disse que já havia sofrido um grande abalo emocional em razão da falha e sentiu-se culpado, porém, achava que, com o tempo, os torcedores e os dirigentes se esqueceriam do ocorrido.

“A Globo, porém, com nítido cunho vexatório, não deixa a sociedade esquecer”, declarou o advogado.

De acordo com a sentença, do dia 11 de outubro, a exibição sistemática ultrapassou a finalidade informativa, passando a atentar contra a imagem do atleta. “Acarretou-lhe inegável sofrimento psicológico”.

A Globo ainda pode recorrer da decisão.