Em julgamento realizado pela 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira (2), Bruno Silva, da Chapecoense, foi condenado a sete jogos de suspensão pela briga no duelo contra o Inter, pelo Brasileirão.

Na ocasião, o atacante deu uma rasteira em Peglow e depois acertou um soco no rosto de Caio Vidal.

Veja o vídeo da confusão:

Ele pediu desculpas aos atletas do Inter e aos torcedores da Chape, mas acabou sendo afastado pela diretoria por tempo indeterminado.

O clube se comprometeu a dar suporte e acompanhamento através da equipe multidisciplinar ao atacante de 21 anos.

Já o goleiro Danilo Fernando, do Colorado, pegou uma partida de gancho por ter atingido Bruno Silva.