O meia Celsinho, do Londrina, foi alvo de declarações racistas de um narrador e um comentarista de futebol da Rádio Bandeirantes Goiânia, durante jogo do seu time no último sábado (17), contra o Goiás, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Após um choque entre Celsinho e um jogador adversário na metade do primeiro tempo, o narrador Romes Xavier disse: “Tomou uma pancada ali. Tá levantando. O cabelo deve pesar demais, né, Vinícius?”, perguntou para o comentarista.

Em seguida, Vinicius Silva responde: “Exatamente, rapaz. Parece mais uma bandeira de feijão, né, Romes, a cabeça dele do que é um verdadeiro cabelo? Não é porque eu já estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desse bonito. Parece mesmo bandeira de feijão”, disse.

&t=19s

As declarações provocaram revolta nas redes sociais e a dupla se manifestou horas depois, chamando as palavras de “comentário infeliz”, sem admitir a prática de racismo.

“Demonstro todo arrependimento pelo comentário infeliz que tive durante a transmissão de Goiás e Londrina no estádio da Serrinha, fazendo referência ao meio-campista da equipe do Londrina”, declarou o comentarista.

“Peço desculpas ao Celsinho e ao Londrina Esporte Clube pelo comentário infeliz na transmissão sobre o cabelo do meia. Colocações erradas que jamais deveriam ter sido ditas. Quem me acompanha sabe o quanto sou crítico sobre condutas como essa. Peço perdão. Quem nunca errou?”, escreveu o narrador.

O Londrina e outros clubes do futebol brasileiro também foram as redes sociais e repudiaram as declarações.

“É inadmissível e lamentável, veemente, que tais comunicadores, formadores de opinião, propaguem atos de racismo! Em verdade, o racismo é inadmissível em qualquer situação, lugar, fala, e deve ser lutado diariamente, por todos!”, postou o time paranaense.