Em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo, divulgada neste domingo (26), o ídolo do esporte catarinense e nacional, Gustavo Kuerten, revelou que iria conhecer pessoalmente Ayrton Senna - outro ícone brasileiro -, no dia da morte do piloto.

Naquele fatídico 1º de maio de 1994, Guga tinha um jantar marcado com Senna, em Portugal, horas depois do Grande Prêmio de Ímola de Fórmula 1, onde o piloto bateu em uma curva e acabou morrendo no hospital.

"Eu ia lá pedir a bênção e, quem sabe, a permissão para seguir um caminho iluminado”, disse Guga, que acompanhou a corrida no hotel em que estava hospedado em Portugal.

“De repente bateu. Demora para sair do carro, fica aquela apreensão e leva para um nível de preocupação. E horas seguintes tendo a convicção plena e não querendo acreditar que o Ayrton tinha morrido (...) Talvez, a gente tenha levado os passos dele adiante e nos restava, também, as últimas voltas. Porque ele já tinha feito bastante” afirmou.

Na época, o tenista tinha apenas 17 anos e começava a ganhar espaço no circuito mundial, o qual viria a ser número 1 do mundo, além de tricampeão do Grand Slam de Roland Garros mais tarde.

Confira a reportagem do Esporte Espetacular

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul